Vovô trabalha no Uber Eats e, como não tem carro, faz entregas a pé

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Quando você tem paixão pelo trabalho, não há nada que possa impedir um homem acostumado a permanecer ativo. Este avô é um ótimo exemplo de esforço que todos devemos seguir.

Francisco Sánchez  trabalhava como treinador de natação, mas, quando se aposentou, não gostou da ideia de ficar em casa sem ter lucro. Este homem ‘antiquado’ encontrou um novo emprego muito moderno.

Vovô trabalha no Uber Eats e, como não tem carro, faz entregas a pé

Ele se tornou entregador de alimentos e aprendeu a usar o aplicativo Uber Eats para atender às solicitações de seus clientes perto de Plaza Reforma e Poliforum, na Cidade do México. Geralmente aqueles que trabalham com esse aplicativo fazem as entregas de carro, moto ou bicicleta, mas esse homem não possui um desses meios de transporte.

Isso não impede o “Panchito” – como dizem nas redes sociais – de fazer as entregas a pé. Ele recebe pedidos pelo telefone, vai a restaurantes para pegar a comida e caminha até o local de entrega.

Os pedidos com esse avô de entregador são obviamente um pouco mais longos, mas os clientes sabem que ele os faz andando e ele sempre atende a todos com gentileza.

Vovô trabalha no Uber Eats e, como não tem carro, faz entregas a pé

Sua história ficou conhecida nas redes graças a um de seus clientes que publicou em sua conta do Facebook a foto de Francisco, e pediu ajuda para as pessoas fazerem pedidos, serem pacientes, darem boas dicas e a publicação se tornou viral.

Muitos pensaram que esse avô estava trabalhando porque ele não tinha ninguém para ajudá-lo financeiramente, mas mais tarde ficaram sabendo que ele tem família e uma de suas filhas comentou que ele só queria permanecer ativo. Ele não faz isso por necessidade, mas por prazer.