O vórtice de lixo do Pacífico

Os Oceanos, a primeira vista, parecem grandes piscinas de água que se movimentam sem nenhuma ordem, mas existem correntes escondidas nos mares, capazes de gerar efeitos incríveis:




A ordem dos Oceanos

Climas e correntes marítimas mapa Mundi ( Imagem para imprimir)

Embaixo de sua superfície revolta, cheia de ondas e agitações, o Oceano se movimenta de maneira ordenada, criando algo que é chamado de corrente marítima. Essa corrente é o movimento da água que segue um padrão fixo.

Essas correntes existem devido à influência da interação gravitacional de nosso planeta com o Sol e a Lua, diferença de salinidade da água do Oceano, ventos, temperatura e outras causas. O movimento dos oceanos é tão importante e incrível, que existe uma área de conhecimento dentro da Oceanografia que estuda essas interações.




O poder das correntes

correntes marítimas

As correntes marítimas, por terem um padrão previsível, acabam formando grandes ecossistemas nos Oceanos. Ao todo, cinco grandes vórtices são gerados pelas correntes:

Oceanic_gyres

Cada vórtice é como um grande circuito, onde a água fica se movimentando dentro, sempre girando conforme o movimento ao seu redor. Esses grandes sistemas são tão fortes, que influenciam todo o clima da região onde passam. Um exemplo é a cidade de Lima no Peru. Por estar muito perto do Equador, ela deveria ter um clima muito quente, mas a corrente Marítima do Pacífico Sul traz água gelada do polo, diminuindo a temperatura local e dando ao lugar um clima subtropical, totalmente diferente das regiões na volta.




Presos no mar

barcoaderiva

Se você pegasse um barco e o colocasse dentro de uma das correntes marítimas existentes, provavelmente ele ficaria preso nela para “sempre”, rodando com a água que se movimenta em um mesmo padrão.

Esse efeito de “prender” as coisas na corrente também ocorre com o lixo que caí no mar. Por isso, dentro da Corrente do Pacífico Norte existe um lixão a céu aberto em cima da água do Oceano:

img_Great-Pacific-Garbage-Patch_2

Essa grande mancha de lixo ainda não teve seu tamanho determinado. Algumas pesquisas sugerem que ela tem “apenas” 700 mil quilômetros quadrados, enquanto outros afirmam que ela se espalha por mais de 15 milhões de quilômetros quadrados, ocupando 8,1% de todo o Oceano Pacífico. Mas é difícil mensurar tudo com alguma precisão, pois muitos dos dejetos acabam ficando embaixo dos outros ou escondidos pela superfície revolta do mar.

Pequena ou grande, essa mancha de lixo é um grave problema, tanto para a poluição dos oceanos, quanto para a vida marinha local. Muitos animais costumam viver dentro das correntes oceânicas, formando um grande ecossistema. Como o Vórtice de Lixo do Pacífico se mantêm como uma ilha enorme no meio do oceano, muitos animais acabam sofrendo com seus efeitos, seja devido ao bloqueio da luz solar embaixo dela, seja por que muitos seres comem plástico achando que é uma presa.

Um dos exemplos mais claros do problema gerado pelo lixo são os albatrozes de Midway, um pequeno atol no meio do Pacífico. Estudos com esses seres revelaram que quase todos os animais possuem vestígios de plástico em seu sistema digestivo e que 1 a cada 3 filhotes morrem por ingerir lixo.

6a00d8341c713953ef00e55195c7488834-800wi

Acredita-se que 267 espécies sejam afetadas pela Grande Mancha de Lixo existente no Pacífico e que até nós acabam sofrendo os efeitos colaterais disso, pois muitos peixes que colocamos na mesa, um dia viveram no Pacífico e provavelmente comeram todo o tipo de produto químico tóxico.

Essa mancha de lixo não é exclusividade do Pacífico. Existem outras menores ou mesmo desconhecidas em outros oceanos, criadas por outras correntes. O mais incrível é a origem de todo esse lixo. Muitas pessoas imaginam que ele veio de navios ou de empresas, mas, na verdade, 80% de todo o lixo existente no Vórtice do Pacífico é de origem litorânea, ou seja, foi deixado por pessoas porcas na praia e depois carregado até o local:

41c0bf4fe7ee18e5199d3df792658a63




garbage-in-ocean




garbage-patch-19-hoshaw_lindsey




brixham harbour,"Great Pacific Garbage Patch" or "Eastern Garbage Patch" circles there which is a huge carpet of rubbish of more




img_Great-Pacific-Garbage-Patch_1




ocean-trash

Então, antes de jogar lixo na beira da praia ou sujar o mar, lembre-se dessas imagens acima, pois daqui a pouco poderemos ter uma mancha dessas em nosso Atlântico.

loading...
Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo