Início Tecnologia

Tire as 4 principais dúvidas sobre como começar uma Vakinha na internet

Certamente, você já deve ter feito alguma vaquinha na sua vida, não é mesmo? Isso acontece quando amigos ou familiares se juntam para conseguir alcançar uma meta. É o famoso dividir a conta para comprar ou pagar algo. Pode ser para fazer uma festa, uma pizza, uma viagem.

Sendo assim, mesmo que você não tenha participado de uma vaquinha antes, agora você sabe o que é. Então, considere que essa modalidade é utilizada pelos brasileiros há muitos anos. Mas, em 2009, ela ficou mais moderna e totalmente online.

Isso aconteceu quando foi criado o site Vakinha.com. Ele tem como premissa a possibilidade de oferecer a possibilidade para qualquer indivíduo começar uma campanha de arrecadação de dinheiro para realizar um projeto.

Ficou interessado? Então, vamos fazer assim: a gente vai trazer aqui 4 das principais dúvidas que as pessoas costumam ter sobre esse site, que permite essa vaquinha online. Isso pode tornar possível você realizar o seu próximo sonho, mesmo que custe um valor mais alto.

1 – Quais são os objetivos mais comuns do Vakinha?

A maior parte das campanhas feitas por usuários do site Vakinha.com são para arrecadar fundos em prol de causas sociais. Mas, além disso, nós também temos as arrecadações solidárias e para fins da saúde.

Outras opções que também não são nada raras, são: para buscar alguns sonhos pessoais, como fazer uma faculdade, viajar, casar e até mesmo outros tipos de projetos particulares.

Mas, o mais importante é que o motivo para arrecadar o dinheiro não é o mais importante de tudo. Afinal, o que vai ser importante é como você vai fazer para alcançar o objetivo, já que isso dependerá da ajuda de outras pessoas para chegar naquela meta estipulada.

E tem mais alguns detalhes importantes: atualmente, não existe um limite de arrecadação. Porém, a divulgação vai ficar por conta do criador da campanha. Logo, para grandes valores, é preciso ter um projeto muito bem estruturado.

2 – Como fazer uma vaquinha nesse site?

Criar uma vaquinha online não é nada tão complicado assim – ainda mais se você está habituado a usar a internet e as páginas dos navegadores. O primeiro passo é entrar no site e depois, fazer o seu cadastro.

Logo, na sequência o interessado deve clicar “Criar Vaquinha”, em um menu que fica na parte superior direita da plataforma online. Se você ainda não for cadastrado no Vakinha, terá que registrar-se informando alguns dados pessoais, como nome, idade, e-mail, telefone e CEP.

É possível também utilizar sua conta no Facebook para agilizar essa etapa cadastral. Logo, com o seu usuário criado, clique mais uma vez em “Criar Vaquinha”. A sua campanha vai começar a ganhar forma.

Criando a campanha…

Por isso, você deve informar, tendo agora que informar o título, descrever a finalidade, informar a meta financeira e data de encerramento também. E não se esqueça de fazer uma descrição curta sobre o objetivo. A dica é explicar sobre as suas intenções. E com uma foto.

Depois, você poderá descrever a campanha mais detalhadamente e até optar por se pretende utilizar um vídeo para ajudar a explicar melhor porque está arrecadando dinheiro. Por fim, confirme tudo e sua campanha já está lançada.

3 – Eu preciso pagar para fazer uma vaquinha online?

Nesse site não. Para fazer criar a vaquinha online não será preciso desembolsar nenhum centavo. Lembrando que a Vakinha não irá cobrar para fazer sua campanha. Porém, o site cobra algumas taxas, que você precisa conhecer.

Sendo assim, cada transação efetuada para ajudar campanha que você criou será taxada com 6,4% do valor da doação se ela for feita por cartões de crédito, seja ele nacional ou internacional. O mesmo valor vale para boletos bancários e transferências.

Além disso, ainda tem um acréscimo de mais R$ 0,50 em cada uma dessas transações. O site ainda cobra uma taxa para fazer saques. Isso porque esse processo é manual. O valor cobrado é de R$ 5,00 por saque concretizado.

Veja como dá para não pagar taxas para transferir dinheiro para outras contas

Por isso, uma boa ideia é esperar acumular o todo o dinheiro para fazer apenas um saque ou evitar ao máximo fazer outros para não ser taxado. Ah, é importante saber que o dinheiro arrecado ficará na conta do criador da campanha, dentro do site Vakinha.com.

Essa mesma pessoa poderá fazer tudo o que quiser dentro da conta, como visualizar quem emitiu boletos e ainda não pagou. Além de acompanhar como a meta está indo, o quanto falta, o tempo, etc.

4 – Como divulgar a campanha criada no Vakinha?

Essa última dúvida é uma das mais importantes porque a divulgação da campanha fica toda por conta do usuário que a criou. Logo, é uma etapa é fundamental para alcançar a meta. Pois não pense que será apenas criar uma vaquinha e sem divulgar irá conseguir sucesso.

De fato, as suas redes sociais serão suas grandes aliadas. Então, compartilhe em todas e peça ajuda para que seus contatos também auxiliem com isso, fazendo o compartilhamento da mesma.

O famoso “boca a boca” também pode ser uma alternativa, pois tem muitos que não gostam de redes sociais ou preferem ser contatados pessoalmente para contribuir com o projeto. Se tiver contato com os influenciadores digitais, pense na oportunidade de alavancar as doações.

Outra dica fundamental é auxiliar aqueles que possuem dificuldade com pagamentos online, pois muitos acabam desistindo de contribuir por não conseguirem dominar a internet. Por fim, seja transparente e mantenha sempre atualizada as informações da campanha.