Início Saude

Vacina contra o coronavírus pode ser ‘possível’ antes do Natal – mas 2021 é mais provável, diz o especialista

Com casos de coronavírus em todo o mundo agora em quase 44 milhões, os cientistas têm trabalhado sem parar para desenvolver uma vacina.

Agora, o chefe da força-tarefa de vacinas do Reino Unido revelou que acredita que uma vacina contra Covid-19 antes do Natal é ‘possível’.

Em declarações à BBC, Kate Bingham disse: “Se as duas primeiras vacinas, ou qualquer uma delas, mostrarem que são ambas seguras e eficazes, penso que existe uma possibilidade de que o lançamento da vacina comece no Natal, mas caso contrário eu acho mais realista esperar que seja no início do próximo ano.”

Vacina pode ser imperfeita

Bingham também publicou um artigo no The Lancet, alertando que a vacina é ‘provavelmente imperfeita’.

Escrevendo no The Lancet, ela disse: “No entanto, não sabemos se algum dia teremos uma vacina. É importante nos proteger contra a complacência e o excesso de otimismo.”

É provável que a primeira geração de vacinas seja imperfeita e devemos estar preparados para que não previnam a infecção, mas reduzam os sintomas e, mesmo assim, podem não funcionar para todos ou por muito tempo”, acrescentou.

Bingham escreveu que o Vaccine Taskforce reconhece que “muitas, e possivelmente todas, essas vacinas podem falhar”, acrescentando que o foco tem sido nas vacinas que devem provocar respostas imunológicas na população com mais de 65 anos.

Foto: (reprodução/internet)

Ela disse que a capacidade de fabricação global de vacinas é extremamente inadequada para os bilhões de doses que são necessárias.

Leia também: Boas notícias da vacina contra o coronavírus, já que a de Oxford provoca ‘forte resposta imunológica’

Programa em progresso

Embora a Sra. Bingham esteja certa de que a vacina pode estar pronta antes do Natal, Matt Hancock afirma que a “maior parte” do lançamento acontecerá no próximo ano.

O secretário de Saúde deu esperança aos que buscam um retorno à normalidade após o longo e escuro inverno, dizendo que sua “expectativa central” é estar bem encaminhada em Julho.

Hancock disse à BBC: “Queremos estar prontos caso tudo corra perfeitamente, mas não é minha expectativa central que faremos isso este ano. O programa está progredindo bem, ainda não chegamos lá.”

“Na minha expectativa central, eu esperaria que a maior parte do lançamento ocorresse no primeiro semestre do próximo ano.”

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror