Início Curiosidades

Última parada no Ferroviário Necrópolis de Londres

O fim da linha para milhares de londrinos no final do século XIX e início do século XX foi uma ferrovia dedicada ao transporte de cadáveres da capital para o Cemitério Brookwood, em Surrey.

A London Necropolis Railway foi inaugurada em 1854, em resposta à superlotação crônica em cemitérios, onde os mesmos túmulos estavam sendo usados ​​repetidamente para novos internamentos.

Os ossos dos ocupantes anteriores eram frequentemente deixados espalhados no chão ou vendidos para as usinas locais de ossos para serem moídos como fertilizantes.

Os enlutados e os mortos foram divididos em três classes, como era o costume nas ferrovias da Grã-Bretanha na época.

Os queridos partidos cuja família havia pago para viajar na primeira classe foram tratados com mais cuidado, o que explica por que os enlutados da terceira classe não tinham permissão para assistir ao carregamento e descarregamento de seus caixões específicos.

Esperava-se que a linha fúnebre se mostrasse altamente lucrativa, mas a abertura de 32 novos cemitérios afetou bastante os negócios e em 1930 estava operando apenas um ou dois trens fúnebres por semana.

Ironicamente, o prego final em seu caixão foi o terrível Blitz lançado em Londres pela Alemanha na noite de 16 de abril de 1941, quando mais de mil londrinos foram mortos.

Longe de ser bom para o comércio, o bombardeio reduziu a ferrovia da Necrópole de Londres a escombros.

Quando a guerra terminou, foi considerado muito caro para reconstruir.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys