Minilua

As terríveis estatísticas do aquecimento global

Pode-se até discutir quanto a influência do homem é importante no aquecimento global, mas que ele é real, isso ninguém tem a mínima dúvida. E alguns números sobre essa elevação de temperatura global são alarmantes:

Os anos

Quando pegamos todos os anos do século XXI e analisamos em comparação aos registros mais antigos de temperatura que temos, podemos notar que eles são mais quentes que a média das décadas passadas, ou seja, essa primeira década do século atual é a mais quente que nós temos registro.

O problema

O dióxido de carbono é o grande vilão de toda a história. Nós jogamos 37 bilhões de toneladas a cada ano na atmosfera. Quando medimos as concentrações dessa substância em eras passadas, podemos ver que as taxas de dióxido de carbono são as maiores registradas há mais de 650 mil anos.

Extinção

A extinção é algo comum em nosso planeta, tanto que 99,9% de todas as espécies que um dia andaram por aqui foram perdidas para sempre. Isso ocorre devido as mudanças climáticas, catástrofes naturais (como meteoros e supervulcões) e adaptações lentas dos seres.

E como a grande mudança climática atual é o aquecimento global, diversas espécies já sofreram com seu avanço. Acredita-se que mais de um milhão de espécies tenham sumido devido a brusca mudança de temperatura e que mais de 35% de todas as espécies de seres vivos do planeta sumam até 2050.

O gelo e o mar

Conforme a Terra vai ficando mais quente, o gelo dos polos tende a diminuir, o que, consequentemente, afeta o nível dos oceanos. O gelo existente do Ártico já perdeu 30% de sua massa, enquanto isso os mares subiram em média 15 centímetros no mundo inteiro. E essa subida continua aumentando, no final do século teremos os mares subindo quase um metro.

Dinheiro e vidas

O aquecimento global faz mal também aos humanos. O aumento nas temperaturas piora diversas culturas, como a da agricultura e também a criação de animais, tornando diversos produtos mais caros e difíceis de produzir. Além disso, os desastres naturais geram gastos de bilhões em todos os anos. A quantidade de furacões mortais duplicou nos últimos 30 anos e tende a piorar mais.

Esses são tempos difíceis para todo o planeta e a vida, mas como ela sobrevive há bilhões de anos, talvez esse seja só mais um período de dificuldade do qual a natureza vai se recuperar.