Teoria diz e dá a pista de que tudo o que acontece em ‘Coringa’ é pura imaginação do palhaço

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Desde antes da estréia de Coringa, e até hoje, muitas teorias continuam circulando sobre esse grande filme que nos mostra a suposta origem de um dos personagens mais emblemáticos e misteriosos dos quadrinhos.

A verdadeira identidade do Coringa sempre foi um grande enigma que nem mesmo o melhor detetive do mundo conseguiu resolver. No entanto, no filme de Todd Phillips, estrelado por Joaquin Phoenix, eles nos mostraram uma versão de como Arthur Fleck, um homem normal que teve um dia ruim, terminou louco e se tornou o príncipe palhaço do crime.

Teoria diz e dá a pista de que tudo o que acontece em 'Coringa' é pura imaginação do palhaço

Coringa é o fenômeno cinematográfico do momento. Muitas pessoas consideram que o filme mostra a verdadeira origem desse personagem, no entanto, existem outros fãs mais atentos que acreditam que o filme nos mostra uma história falsa e que, na realidade, tudo é uma invenção do vilão insano.

Essa teoria é baseada principalmente no detalhe de que os relógios que aparecem ao longo do filme sempre têm a mesma hora, um recurso de filme que sugere que o que está acontecendo não é real.

Teoria diz e dá a pista de que tudo o que acontece em 'Coringa' é pura imaginação do palhaço

Na cena em que Arhur está conversando com uma psiquiatra em um consultório sujo e escuro, um relógio mostra  que são 11:11. Então, quando ele se lembra de estar em Arkham, outro relógio aparece na parede que também marca 11:11.

Teoria diz e dá a pista de que tudo o que acontece em 'Coringa' é pura imaginação do palhaço

Além disso, quando Arhur é demitido por carregar uma arma durante um show em um hospital, ele volta para quebrar o relógio do seu trabalho e lá vemos novamente as 11:11 marcado. O tempo não passa no filme, porque tudo é uma invenção do Coringa.

Teoria diz e dá a pista de que tudo o que acontece em 'Coringa' é pura imaginação do palhaço

Na cena final, quando Arthur está conversando com outro psiquiatra em uma sala muito limpa em Arkham, ele está rindo e, quando perguntado sobre o que lhe causa graça, explica que se lembrou de uma piada. Os fãs acreditam que ele estava realmente se lembrando de toda a história que vimos no filme e, como a mulher que o entrevistou não entende, ele acabou matando-a.

Os fãs também acreditam que, ao contrário da sala limpa no final, Arthur lembrou-se das coisas piores do que realmente eram e é por isso que a cidade de Gotham está tão suja em suas memórias.

Teoria diz e dá a pista de que tudo o que acontece em 'Coringa' é pura imaginação do palhaço

Essa teoria se tornou viral porque está mais ligada ao mistério do personagem dos quadrinhos e porque segue o mesmo argumento que o próprio Coringa explicou no filme de animação The Killing Joke. Lá ele disse que no passado tinha um dia ruim, mas sempre se lembra de diferentes maneiras: “às vezes me lembro de uma maneira, às vezes de outra. Se eu vou ter um passado, prefiro ter várias opções. ”

Talvez a história que vimos na tela tenha sido apenas mais uma piada do Coringa, talvez ele tenha nos mostrado apenas uma de suas múltiplas versões. Você acha que é tudo uma invenção louca?