Tecnologias que vão salvar o mundo

Nós vivemos a Era de Ouro da humanidade. Nunca antes nós vivemos tanto, tivemos tantas riquezas e conhecimento. Ao mesmo tempo em que usufruímos de todas essas conquistas, temos o perigo de um mundo sem os recursos necessários para manter toda sua população. Por isso, a tecnologia corre para mudar as coisas e salvar o mundo:




Soylent

19bohev1v1y4wjpg

Dois grandes problemas humanos são a falta de tempo e a alimentação. No mundo moderno, as horas são curtas e os dias corridos, com trabalho, faculdade e outras obrigações. Isso faz com que poucos tenham tempo para fazer sua comida, o que leva a uma má alimentação na maioria dos casos. Para completar esse cenário de caos, existe a possibilidade de falta de alimentos no mundo, porque nosso planeta caminha a passos largos para seu limite de produção.

Tentando solucionar todos esses problemas com apenas um golpe, o engenheiro Rob Rhinehart resolveu criar algo chamado Soylent. O composto desenvolvido por ele tem a intenção de suprir todas as necessidades humanas, no quesito nutrição, com o mínimo possível.

Usando ingredientes comuns do dia a dia e tendo inclusive uma versão para vegetarianos, o produto de Rob conquistou o mundo antes mesmo do lançamento. O financiamento coletivo criado para botar o Soylent na prateleira arrecadou mais de 3,5 milhões de dólares.

O Soylent é uma bebida, que lembra muito uma batida, mas contém tudo que um ser humano precisa, custando pouco mais de 10 reais por dia, para as três doses que são necessárias. Dessa maneira, uma pessoa poderia passar um mês inteiro gastando apenas 300 reais, ao mesmo tempo em que se alimenta corretamente.

Os primeiros lotes já foram vendidos nos EUA, mas o gosto não agradou muito os clientes. Contudo pela saúde e pelo preço, talvez o produto conquiste o mercado.




Forno sem gás ou lenha

Solar_oven_Portugal_2007

Para cozinharmos alguma coisa, nós precisamos ter um fogão, que usa gás. Ou algum outro tipo de equipamento, que também precisa de combustível para funcionar. Contudo, existe um forno feito com espelhos e metais que pode ser a solução para todos esses problemas.

Utilizando um jogo de espelho, que direcionam a luz para o local onde o alimento é cozido, o forno solar consegue atingir temperaturas de 180 graus, o mesmo que um fogão é capaz. Como mais de 2 bilhões de pessoas usam madeira e gás todos os dias para fazer seus alimentos, se elas decidissem mudar esse hábito, o mundo poderia receber menos poluição. Fora que, ao longo prazo, esse forno é extremamente barato, pois dura até 20 anos e consome zero de combustível.




Árvores que dão luz

Bioluminescent-Tree

Praticamente todas as cidades do mundo possuem milhares de postes espalhados por todos os cantos para iluminar as ruas a noite. Porém, existem poucas árvores, afinal elas criam pontos escuros e não são muito desejadas após escurecer.

Para solucionar esse enorme problema moderno, Daan Roosegaarde, um artista e inovador holandês, apareceu com uma ideia capaz de resolver os dois problemas de uma vez. Alguns animais possuem a capacidade de brilhar no escuro, algo chamado bioluminescência. Esse fenômeno natural é produto de alguns genes do código genético. Assim, seria possível importar para as árvores esses genes e criar plantas que brilham no escuro. Elas, por sua vez, poderiam substituir os postes no quesito da iluminação, além de trazer todos os benefícios que uma árvore traz ao ambiente onde ela vive.

Reaja! Comente!
    Topo