Taylor Swift aprovou sua canção para ser usada em um anúncio de Joe Biden voltado para jovens eleitores

ANÚNCIO

Taylor Swift aprovou sua canção ‘Only the Young‘ para um anúncio pró-Joe Biden, uma fonte próxima à situação confirma à Variety.

A música, do documentário da Netflix Taylor Swift: Miss Americana, aparece em um novo anúncio do Biden que circulou nas redes sociais na sexta-feira, quatro dias antes da eleição de 2020. O representante democrata da Califórnia, Eric Swalwell, compartilhou o anúncio na manhã de sexta-feira, citando a letra da música.

ANÚNCIO

“Lá está a linha de chegada. Nosso futuro vale a pena nossa luta. Obrigado, @TaylorSwift13, por expressar o que #OnlyTheYoung pode fazer. Vamos correr!” Swalwell escreveu.

Cantora é mais uma das celebridades que apoiam Biden

O anúncio começa com uma narração da senadora Kamala Harris, companheira de chapa de Biden, que pergunta “Por que tantas pessoas poderosas estão tentando dificultar o nosso voto?”

O vídeo apresenta clipes de notícias de vários momentos importantes durante os últimos quatro anos do governo Trump, incluindo a confirmação de Amy Coney Barrett na Suprema Corte, a marcha dos sobreviventes de #MeToo e os protestos Black Lives Matter deste ano.

ANÚNCIO

As letras de Swift “E o grande homem mau e seu grande clã mau/ Suas mãos estão manchadas de vermelho/ Oh, com que rapidez, eles se esquecem” são programadas para reproduzir as fotos do Presidente Trump, Mitch McConnell, Sen. Lindsey Graham e Procurador-Geral Bill Barr.

Who is Taylor Swift voting for? She'll never tell. - Vox
Foto: (reprodução/internet)

Leia também: O novo documentário: Miss Americana de Taylor Swift estréia esta semana na Netflix

Música foi escrita depois das últimas eleições em 2018

O anúncio então muda para vídeos de jovens votando em Biden e protestando nas ruas. Muitas hashtags populares, incluindo #MeToo, #ICantBreathe, #WearAMask, #BidenHarris2020, #SaveUSPS e #Vote fecham o anúncio.

Swift escreveu ‘Only the Young’ após as eleições de 2018 para seu documentário Miss Americana, que estreou no Festival de Cinema de Sundance de 2020.

Como Swift discutiu em sua matéria de capa da Variety, ela conscientemente deu uma guinada política em sua carreira e usou sua plataforma para informar seus milhões de fãs sobre os principais problemas desta eleição e o voto contra Trump.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror

ANÚNCIO