Supermercados representam risco, pois a equipe pode ser o ‘reservatório de infecção’ da Covid-19, alerta o estudo

ANÚNCIO

Fazer as compras pode ser fatal, pois os funcionários da loja podem ser um “reservatório de infecção” da Covid, alerta um novo estudo.

Pessoas em funções de contato direto com o cliente, como funcionários de supermercados, têm cinco vezes mais chances de teste positivo para coronavírus, de acordo com a pesquisa.

ANÚNCIO

Os cientistas se concentraram amplamente em como a Covid-19 afeta a saúde e o bem-estar dos profissionais de saúde em relação a outros profissionais importantes, até agora.

Muitos funcionários são assintomáticos e podem passar o vírus facilmente

Três em cada quatro funcionários de supermercados não apresentaram sintomas, levantando preocupações de que esses funcionários-chave poderiam ser um importante reservatório de infecção.

O novo estudo, conduzido pelo Dr. Justin Yang na Universidade de Harvard, foi publicado no British Medical Journal (BMJ).

ANÚNCIO

Dr. Yang disse: “Este é o primeiro estudo a demonstrar a taxa significativa de infecção assintomática, riscos de exposição e sofrimento psicológico associado de trabalhadores essenciais do varejo de alimentos durante a pandemia.”

Supermercados representam risco, pois a equipe pode ser o 'reservatório de infecção' da Covid-19, alerta o estudo
Foto: (reprodução/internet)

“Uma vez que os trabalhadores essenciais são infectados com SARS-CoV-2, eles podem se tornar uma fonte significativa de transmissão para a comunidade que servem.”

Um questionário detalhado foi dado a 104 funcionários em um supermercado em Boston, Massachusetts, perguntando sobre seu estilo de vida, histórico médico e de emprego, padrões de trabalho, função, deslocamento diário e quais medidas de proteção eles tomaram contra infecções no trabalho.

Trabalhadores de supermercados apresentaram  vezes mais probabilidade de contrair o vírus

O Dr. Yang disse: “Trabalhadores em funções voltadas para o cliente tinham cinco vezes mais probabilidade de teste positivo do que seus colegas em outros tipos de funções, depois de considerar fatores potencialmente influentes, como a prevalência de SARS-CoV-2 onde viviam.

“Aqueles em funções de supervisão tinham seis vezes mais probabilidade de fazê-lo.”

Mais de 90% dos funcionários com teste positivo tinham um papel voltado para o cliente, enquanto três em cada quatro não apresentavam sintomas, os pesquisadores também descobriram.

Supermercados representam risco, pois a equipe pode ser o 'reservatório de infecção' da Covid-19, alerta o estudo
Foto: (reprodução/internet)

Mais dois questionários foram usados ​​para coletar informações sobre a saúde mental e o bem-estar dos trabalhadores.

Um quarto dos 99 funcionários que responderam relataram sentir-se levemente ansiosos, com metade dizendo que não eram capazes de se distanciar socialmente no trabalho.

A maioria dos funcionários, 76%, porém, disse não se sentir ansiosa e ser capaz de seguir as regras.

Veja também: Coronavirus: empresa britânica afirma ter desenvolvido teste instantâneo de respiração para Covid-19

Estudo observacional

O Dr. Yang disse: “Este é um pequeno estudo observacional de trabalhadores em uma loja em uma cidade em um ponto no tempo, que se baseou em relatórios subjetivos e, como tal, não pode estabelecer a causa.”

O Dr. Yang acrescentou: “Os resultados apoiam as recomendações de políticas de que os empregadores e funcionários do governo devem tomar medidas na implementação de estratégias preventivas e arranjos administrativos, como métodos para reduzir o contato interpessoal e repetir o teste de SARS-CoV-2 de funcionários, para garantir a saúde e segurança de trabalhadores essenciais.”

“Nossa descoberta significativa de saúde mental exige ação no fornecimento de serviços abrangentes de assistência aos funcionários para ajudar os trabalhadores essenciais a lidar com o sofrimento psicológico durante a pandemia de COVID-19.”

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror

ANÚNCIO