PROPAGANDA
PROPAGANDA

‘Stranger Things’ e os lugares estranhos que inspiraram a Série da Netflix

PROPAGANDA

PROPAGANDA

Se você é como a maioria dos fãs, então provavelmente já assistiu as duas últimas temporadas de Stranger Things, e você pode querer saber a história por trás disso.

Muitos fãs pediram, ou pesquisaram no Google, “Stranger Things é real?” A resposta é “mais ou menos”. Indiana é baseado em um lugar em Montauk, Nova York, chamado Camp Hero que é uma base da Força Aérea desativada, agora um parque estadual com certos edifícios fechados para o público.

'Stranger Things' e os lugares estranhos que inspiraram a Série da Netflix

Haviam “rumores de espiões secretos do governo fazendo experimentos humanos para lutar na Guerra Fria”, disse Matarazzo (Dustin). Foi aí que eles tiveram a ideia do laboratório que tinha a 11 (Eleven) interpretada pela atriz Jane Hopper. Só porque Jane não está realmente lutando contra Demogorgons não significa que não há uma verdade na história.

Stranger Things originalmente ia ser chamado de ‘Montauk’ quando o projeto Netflix começou. Por quê? O co-criador Ross Duffer disse em uma entrevista que, “Nós estávamos entusiasmados com a ideia de fazer algo litorâneo.”

Um livro chamado “O Projeto Montauk: Experimentos no Tempo”, de Peter Moon e Preston Nichols, ajuda a alimentar teorias conspiratórias sobre a antiga base aérea. Houve também um filme divulgado sobre a base, Montauk Chronicles, que entrevista pessoas reais que afirmam ter passado algum tempo no acampamento. Teorias da conspiração, se isso é tudo o que elas realmente são, incluem controle, viagens no tempo e contato com a vida alienígena.

'Stranger Things' e os lugares estranhos que inspiraram a Série da Netflix

Não foi diretamente afirmado que tinha algo a ver com o projeto Montauk, no entanto, na entrevista Matarazzo disse que eles tiveram a ideia para o laboratório da Guerra Fria. Montauk Project lida com viagens no tempo, o que poderia ajudar com as idéias do mundo invertido.