Veja o que é preciso para solicitar o crédito pessoal do Serasa!

Você já pensou na possibilidade de usar uma plataforma digital que funciona como um shopping center virtual de crédito no mercado nacional? O Serasa conseguiu realizar esse feito e desde então tem ajudado milhares de brasileiros a solicitar o empréstimo pessoal com mais assertividade.

Isso porque o eCred, do Serasa, faz uma busca digital e compara todos os créditos disponíveis no mercado. No final, ele consegue encontrar aquele que é… mais barato.. Então, dá para escolher o melhor crédito para você, considerando o valor das taxas de juros, das parcelas e o prazo. Saiba como usar o eCred.

Veja o que é preciso para solicitar o crédito pessoal do Serasa!

Por que o crédito pessoal do Serasa é uma boa opção?

Na verdade esse crédito não é do Serasa porque o Serasa não é um banco. O fato é que o Serasa atua como intermediador dos bancos e, por ser livre e sem estar ligado à um único banco, ele pode ter a chance de indicar o que realmente for melhor para cada usuário.

Então, o Serasa atua na comparação dos empréstimos, por isso, ele pode ser uma boa opção. Pense na ideia de um shopping center virtual de crédito. É isso que o Serasa é e faz. Ele conta com vários bancos e instituições financeiras e consegue pesquisar os empréstimos em todos.

Depois, ele vê o que é melhor para cada pessoa com base na taxa de juros que é cobrada.

Ah, e tem mais um bom motivo para solicitar o empréstimo pessoal através do eCred, que é a plataforma do Serasa: ele é totalmente gratuito e não gera custos para o internauta. A pesquisa é online e grátis.

O que é preciso para solicitar o empréstimo Serasa?

Basicamente, existem 3 passos para você solicitar o crédito do Serasa, lembrando que ele atua como um comparador e buscador de crédito no mercado financeiro brasileiro, portanto, não é um banco ou uma instituição financeira que vai emprestar dinheiro para você – ele só vai te indicar as alternativas.

O primeiro passo é simular o empréstimo considerando o valor que você vai pedir e conhecendo as taxas de juros, os prazos de pagamento e o valor da parcela. Essa simulação é online e não é cobrada, portanto, dá para fazer quantas você quiser.

Em seguida, o interessado deve ver todas as condições de pagamento e a quantidade de parcelas que foi resultado da simulação feita anteriormente. Esse passo é demais importante porque se o consumidor achar que não está bom, ele não deve aceitar o contrato e nem mesmo a proposta.

Por fim, o último passo, em caso de confirmação da análise feita, é o de enviar os documentos necessários para solicitar o empréstimo no Serasa. Lembrando que isso não garante o crédito, já que os bancos farão uma análise sobre o seu perfil financeiro antes da aprovação.

As taxas

Não existe uma taxa de juros fixada no Serasa. Isso porque ela faz uma comparação e indica as alternativas e, assim, as taxas podem variar muito. E variam conforme a renda da pessoa, o score financeiro da pessoa e tudo mais que tem a ver com o CPF de cada pessoa que faz o pedido.

O resultado é que não existe forma mais inteligente de saber a taxa de juros do que simular o empréstimo.