Seres da mitologia que realmente existiram: Berserkers #3

Dando continuidade à série “Seres mitológicos que realmente existiram”, falo hoje sobre os Berserkers, guerreiros nórdicos que juraram fidelidade ao deus viking, Odin. Eram conhecidos por despertar uma fúria extremamente incontrolável antes de qualquer batalha.

Existem divergências relacionadas ao termo nórdico “baresark”, uns afirmam que se refere a “camisa simples”, outros dizem ter ligação com o uso de pele de um urso na batalha, o que denominaria o termo como “camisa de urso”.

Há também outra tradução que indica o termo “baresark”, como sendo “sem camisa”, no entanto, embora existam várias opções de definição para o termo, a verdade é que não se sabe ao certo o que realmente significa a palavra Berserker.

berserkers

Não se tem conhecimento do real surgimento dos Berserkes, no entanto, o historiador Tácito, faz algumas menções relacionadas a grupos de guerreiros germânicos que lutavam dotados de uma fúria frenética.

Algumas teorias tentam explicar os Berserkers, a mais aceita é de que eles eram guerreiros inspirados religiosamente e que entravam em estado de fúria durante a batalha. Seu descontrole era tanto, que diziam que suas peles podiam repelir golpes de armas.

A origem da sua fúria também possui diversas teorias, mas as mais aceitas e que possuem mais menções são as de que os Berserkers faziam uso de bebidas alcoólicas, cogumelos alucinógenos, arnica e veneno de sapo.

As gangues de Berserkers, normalmente eram formadas por doze membros, onde os aspirantes eram submetidos a lutas ritualísticas e também a batalhas reais para finalmente serem aceitos no grupo. Alguns Berserkers adotaram nomes como Björn ou Bjorn em referência aos ursos.

Algumas lendas e contos dizem que guerreiros dotados de um imenso frenesi seguiam para a batalha despidos de armaduras e atiravam-se nas linhas inimigas. Atualmente não existem relatos de que os Berserkers existiram na idade contemporânea.

berserker 1

Alguns exemplos de Berserkers são encontrados em filmes e games, como é o caso da história de Beowulf, um guerreiro nórdico que matou monstros e dragões com apenas uma espada. Nos jogos, os Orcs Berserks do MMORPG, Tibia, fazem menção a esses guerreiros.

Em DOTA 1 e 2, o herói Syllabear é também um exemplo de Berserkers, nesse personagem, encontramos a relação com o urso e a mudança de estado de fúria. Ainda no DOTA, o Bloodseeker também entra em estado de fúria quando sente a presença de adversários com pouca vida. No game Ragnarok, os Lord Knights possuem uma habilidade chamada Frenesi, onde o character entra em um estado de descontrole total.

Espero que tenham gostado desse artigo, por isso peço que cliquem em compartilhar e deixem seus comentários ao final da matéria. Um abraço!

Receba mais em seu e-mail
Topo