Será que o corretor escolheu o seguro de carro mais barato? 7 análises para saber

A verdade é que a maioria dos consumidores que contratam esse serviço não sabe quando o corretor de seguros está fazendo um bom serviço ou não, na busca pelo seguro de carro mais barato. Mas, nem sempre isso acontece.

Dessa forma, se você está receoso ou se, simplesmente, quer ter a certeza de que o corretor fez um bom trabalho, saiba que há algumas maneiras de estudar isso sem que ele saiba. Afinal, essas 7 análises são simples, você pode fazer de casa e vai dar uma boa resposta a você.

Até mesmo porque a verdade é que para escolher a melhor cobertura para o seu carro será preciso ter alguns cuidados – isso vale tanto para você como para o corretor. Então, ainda que não seja o mais comum, de fato, alguns corretores acabam “empurrando” seguros mais caros.

E como a gente sabe, ninguém quer pagar mais caro pelo seguro do que seria necessário, né? Para concluir essa introdução, saiba que muitas pessoas não possuem conhecimento suficiente para julgar o trabalho do corretor. Mas, hoje, você vai ver como fazer isso.

As 7 análises para ver se esse é o seguro de carro mais barato

Sabendo disso tudo, nós preparamos algumas dicas para ajudar você a perceber quando o corretor de seguros estiver indicando uma opção que pode não ser a melhor para você. Vamos lá!

1 – Conheça a seguradora

A primeira coisa que você precisa fazer, antes mesmo de analisar as propostas de um corretor, é saber mais sobre a seguradora que pretende contratar o serviço. Ou, pelo menos, conhecer sobre várias delas.

Para isso, é simples: faça uma pesquisa pela internet ou procure informações com amigos sobre aquela empresa.

Sem sair de casa, você vai ver que dá para comparar o preço entre todas as concorrentes, as formas de pagamento, os descontos, a quantidade de situações e circunstâncias onde será possível acionar o seguro e todos os outros serviços.

2 – Leia atentamente o contrato

O seu corretor pode não estar falando a mesma língua que o seu contrato diz. Por isso, ainda que ele seja seu amigo ou alguém de confiança, saiba que uma boa dica é ler o contrato. Aliás, você não erra ao ler qualquer contrato antes de assinar, viu?

Isso não quer dizer necessariamente que ele está mentindo, mas pode estar omitindo algumas taxas desnecessárias ou pontos que podem ser retirados se não tiverem importância para você. Até mesmo porque no seguro, uma vírgula pode mudar o valor final do contrato.

Então, para acabar com esse problema, a melhor saída é ler todo o acordo. Inclusive, sempre que tiver em dúvida sobre algum dos benefícios ou taxas, pergunte. Essas dúvidas esclarecidas podem lhe render uma boa economia financeira.

Caso perceba alguma má vontade de explicar algo ou se ele estiver te enrolando, isso pode ser um sinal que está na hora de procurar por outro profissional. Não acha?

3 – Fique atento a todas as coberturas

Também pergunte sobre todas as coberturas que a seguradora pode lhe oferecer e quais não são tão interessantes para você. Afinal, podem haver opções que estão assinadas no contrato que podem ser inúteis para você.

Do mesmo jeito que você pode pedir para retirar algumas coberturas, também terá direito de pedir outros acréscimos. Afinal, o seguro é individual. Isto é, é feito para cada pessoa, que tem suas particularidades. Resumidamente, assine somente aquilo que for interessante.

4 – Os descontos também são importantes

No momento que estiver com o corretor para fechar o contrato do seguro é importante também perguntar sobre os descontos e quais são as condições para atingi-los. Isso porque existem alguns pontos que o corretor irá levar em consideração.

Por exemplo, talvez você não saiba que os condutores com um bom histórico da Carteira de Habilitação, podem ter descontos. Então, isso é algo relevante na hora de calcular o preço do contrato.

Outra coisa é que os automóveis que tenham instalados equipamentos de segurança, que são o caso de bloqueadores e rastreadores, também entram na lista de possíveis descontos no seguro.

Por fim, considere que mulheres e idosos costumam ganhar descontos pelo fato de se envolverem em menos acidentes, conforme estudos feitos. Do mesmo modo, o local onde o veículo fica estacionado ou passa a noite também interfere no valor.

5 – Analise todos os benefícios

Quando se assina um seguro, você precisa ficar atento não só as coberturas e proteções que o automóvel irá receber, pois, existem outros fatores que podem ser bem bacanas.

Por exemplo, você pode conseguir descontos para curtir alguns shows ou um cineminha, serviços para sua casa, vistoria total do seu carro, serviço de chaveiros 24 horas e até seguro para seus animais de estimação.

Esses serviços extras podem fazer toda a diferença na hora de assinar seu contrato, pois imagina entrar em contrato com várias seguradoras e o preço for bem parecido, isso pode ser um diferencial a mais.

E não só isso, fazer seu dinheiro valer até o último centavo é importante para ter certeza que está fazendo a escolha correta. Porque também não adianta tem um milhão de serviços que não faz sentido para você, não é?

6 – Faça sempre uma cotação online

A internet pode ser uma grande aliada para conseguir descobrir os preços mais barato dos seguros de automóveis. Então, quando estiver buscando por seguradoras para orçar as suas coberturas, certamente irá se deparar com opções para fazer uma cotação online.

Normalmente, elas são muito fáceis. Logo, você tem que completar com informações bem simples, como marca do carro, ano de fabricação, modelo, se ele é financiado, blindado e adaptado.

Descubra os melhores sites para simular o seguro de carro

Responda corretamente, pois cada uma dessas respostas será responsável por uma boa mudança no valor final. E claro que você só pode comparar os valores que condizem com os serviços contratados.

7 – A diferença de seguro de carro e proteção veicular

Muitas são as diferenças que seguro tem para a proteção veicular, pois resulta em diferenças de coberturas e de preço também. Então, cuidado para não brigar à toa com o seu corretor. Afinal, você pode estar falando da proteção e ele do seguro ou vice-versa.

Uma das diferenças é que ao assinar uma apólice para resguardar o carro, você está transferindo o risco para a seguradora. Isso no caso do seguro. Já na proteção veicular, você irá assinar um contrato que diz que você estará repartindo o risco com outros associados.

Bônus – saiba como pesquisar os carros antes de comprar

seguro de carro mais barato

Se você está a procura de um carro novo, saiba que também é importante fazer um estudo para não ter futuras dores de cabeça. Assim como o seguro, a compra do veículo é muito importante porque resulta em gastos.

Então, se você está nessa situação, aprenda como comprar carros com essas 5 dicas para iniciantes. Esse é um texto que fizemos recentemente e teve uma ótima repercussão na internet.