10 segredos das antigas cidades dos Maias que vão te deixar de queixo caído


Os Maias deixaram milhares de segredos para trás e muitos deles seguem escondidos em suas grandiosas construções e encriptadas em milhares de hieroglifos. Nem todas estar estruturas foram bem estudadas. Todos os anos, arqueólogos e pesquisadores usam as mais avançadas tecnologias para descobrir os mistérios escondidos por trás das paredes dos complexos templos, enterrados no fundo das criptas sagradas e cavernas.
Veja agora os últimos segredos descobertos nestas ruínas de séculos de idade deixadas pela civilização Maia.

1. Templo de Kukulkan, Chichen Itza

10 segredos das antigas cidades dos Maias que vão te deixar de queixo caído

Esta era a aparência de uma pirâmide quando fotografada pela primeira vez em 1880 – quase completamente escondida na mata. Kukulkan tem 9 plataformas e 4 escadarias com um total de 365 degraus, que é igual o número de dias em 1 ano.

10 segredos das antigas cidades dos Maias que vão te deixar de queixo caído

Durante os equinócios de outono e primavera, depois das 5 da tarde, era possível enxergar a sombra de uma serpente rastejando pela balaustrada do templo. Em Março, ela se move para cima, enquanto em Setembro para baixo. A ilusão dura pelo menos 3 horas e atrai milhares de turistas.

10 segredos das antigas cidades dos Maias que vão te deixar de queixo caído

Outro segredo dos Maias está escondido dentro da pirâmide. Se você retirar a camada mais alta de pedras, você verá outra pirâmide de tamanho menor e uma terceira menor ainda dentro da segunda pirâmide; E tem uma sala secreta ali.

Recentemente pesquisadores encontraram um lago 65 pés abaixo do subsolo da pirâmide de Kukulkan. Pode ser um dos cenotes sagrados dos Maias. Arqueólogos acreditam que a água pode enfraquecer o solo, causando a destruição da pirâmide em um futuro próximo.

10 segredos das antigas cidades dos Maias que vão te deixar de queixo caído

Toda a pirâmide serve como um tipo ressoador. Quando pessoas sobem suas escadas, alguém no lado de dentro é capaz do ouvir sons semelhantes aos chamados da ave sagrada Quetzal. A ave vivia nas florestas locais e era sagrada para os Maias. Em 2006, um turista caiu das escadas, depois do acidente, a pirâmide foi fechada para o público. Hoje, você só pode admirá-la à distância.

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.