Sebastian Vettel se juntará à Aston Martin F1 para a temporada de 2021 após a derrota da Ferrari

ANÚNCIO

Sebastian Vettel dirigirá pelo Racing Point na próxima temporada depois de fechar um contrato de vários anos com a equipe.

O Racing Point será rebatizado como Aston Martin em 2021 e o quatro vezes campeão mundial Vettel, considerado superavitário para as necessidades da Ferrari, comandará o projeto.

ANÚNCIO

O anúncio de Vettel sequestra o milésimo Grande Prêmio da Ferrari na pista da equipe italiana em Mugello neste fim de semana.

Um dos melhores do mundo

O alemão de 33 anos fará parceria com Lance Stroll, filho do bilionário da moda canadense Lawrence Stroll, co-proprietário da Racing Point.

O anúncio foi feito após Sergio Perez revelar na noite de quarta-feira que não era mais procurado pelo Racing Point após sete anos com a equipe de Silverstone.

ANÚNCIO

Vettel disse: “Estou extremamente orgulhoso de dizer que me tornarei um piloto da Aston Martin em 2021. É uma nova aventura para mim com uma empresa de automóveis verdadeiramente lendária.”

“Estou impressionado com os resultados que a equipe alcançou este ano e acredito que o futuro parece ainda mais brilhante.”

Sebastian Vettel se juntará à Aston Martin F1 para a temporada de 2021 após a derrota da Ferrari
Foto: (reprodução/internet)

“Ainda tenho muito amor pela Fórmula 1 e minha única motivação é correr na frente do grid. Fazer isso com a Aston Martin será um grande privilégio.”

O chefe da equipe Otmar Szafnauer acrescentou: “Sebastian é um campeão comprovado. Em um sábado ou domingo à tarde, Sebastian é um dos melhores do mundo e não consigo pensar em um piloto melhor para nos ajudar a entrar nesta nova era.”

Vettel vai para a nona rodada de 17 neste fim de semana, um humilde 13º lugar no campeonato, após a pior campanha de sua carreira.

Veja também: O filho de Michael Schumacher, Mick, fará sua estreia na Fórmula 1 neste fim de semana

Novo fôlego para carreira

Ele será substituído pelo atual piloto da McLaren, Carlos Sainz, na Ferrari no próximo ano, após a emergência de Charles Leclerc como a escolha da equipe italiana para encerrar uma seca no campeonato de pilotos que remonta a 2007.

Vettel, que conquistou quatro títulos consecutivos com a Red Bull entre 2010 e 2013, e em termos de vitórias é o terceiro mais bem-sucedido na história do esporte, atrás apenas de Michael Schumacher e Lewis Hamilton, foi contratado pela Ferrari para encerrar aquele período sem sucesso.

Mas a hierarquia italiana se cansou de uma série de temporadas repletas de erros de Vettel, o que permitiu a Hamilton marchar para os últimos três campeonatos mundiais.

A chegada de Leclerc no ano passado acelerou sua saída, com a Ferrari nem mesmo oferecendo a Vettel uma extensão de seu contrato que expira no final do ano. Vettel espera que a mudança para Racing Point dê um novo fôlego à sua carreira.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror

ANÚNCIO