E se a Primeira Guerra Mundial não tivesse acontecido?

002

Uma guerra sempre traz avanços tecnológicos, afinal, para haver guerra, precisa-se de preparo e tecnologia extremamente avançada, bem como diz Renato Russo em A canção do senhor da guerra:

Uma guerra sempre avança
A tecnologia
Mesmo sendo guerra santa
Quente, morna ou fria
Pra que exportar comida?
Se as armas dão mais lucros
Na exportação…

Mas como seria a nossa vida hoje em dia, se a I Guerra Mundial nunca tivesse ocorrido?

Certamente, a II Guerra Mundial também não teria acontecido (nem teríamos micro ondas – decorrência da II Guerra), já que a Primeira Guerra abriu caminho para a ascensão de Hitler, pelo fato de a Alemanha ter ficado na miséria com esse evento. O homem pisaria na lua somente no século XXI: sem investimento, sem tecnologias, sem tecnologia bélica para desenvolver foguetes mais tarde, como o V-2 do Exército alemão, criado por volta de 1946.

Hoje em dia, haveria muito mais pessoas no mundo, e consequentemente, muitos simpatizantes da extrema direita conservadora, resultando em alto número de racistas e menor número de imigrantes na Europa e no restante do mundo. Comeríamos alimentos frescos e sem agrotóxicos, porém, em menor quantidade, pois com a indústria avançando lentamente, o setor alimentício levaria mais tempo ainda para ser industrializado.

Não existiria funk carioca! Artistas continuariam morando na Europa, mantendo sua cultura e os EUA não influenciariam diretamente nosso gosto musical. Apreciaríamos muito mais o estilo erudito do que o pop e seríamos mais acostumados a frequentar concertos.

000

Mulheres sequer ouviriam falar em absorventes íntimos e também seriam donas de casa, pois só conquistaram o mercado de trabalho quando os homens estavam nos fronts de batalha. No auge da Primeira Guerra, era comercializado o Cellucotton, que era composto da polpa de celulose da madeira que absorvia líquidos com mais precisão que o algodão e seu custo era muito mais barato. Em 1917, a empresa Kimberly-Clark começou a comercializar a “bucha” como preenchimento de curativos cirúrgicos e as enfermeiras da Cruz Vermelha tiveram a ideia de utilizar como absorventes íntimos. 001

Os pilotos não se comunicariam e suas calças levariam muito mais tempo para serem fechadas (ou abertas) o tão conhecido zíper foi uma forma fácil de prender as calças dos combatentes, que deslizava e prendia as roupas, sem a perda de tempo de ter que fechar seus uniformes com  fivelas ou colchetes um a um, se atrapalhariam menos ao falar nos rádios sem fio, desenvolvidos especialmente para os pilotos, que antes se comunicavam através de gritos, expressões faciais e gestos.

Apesar do sofrimento ocasionado pelas guerras, a humanidade precisou inventar e se reinventar, desenvolvendo soluções e produtos que futuramente beneficiaram e trouxeram inúmeras possibilidades para as gerações futuras.

Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo
<-- /home/minilua/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/se-primeira-guerra-mundial-nao-tivesse-acontecido/index.html //-->