Saiba o que fazer quando a renda do casal é reduzida [passo a passo]

Organizar as finanças no casal não é um bicho-de-sete-cabeças. Uma pequena parte dos casais não consegue, mas a maioria sim. Porém, e se a renda do casal é reduzida, o que fazer? Criamos esse passo a passo para responder essa simples pergunta.

Afinal, se no começo deixar toda a economia do casal parece que nunca vai dar certo, imagine só quando um dos dois tem o salário diminuído. O lado bom é que tem jeito. Independente se um dos dois parar de trabalhar ou simplesmente ter a redução do salário… Tem jeito!

E nós não estamos falando apenas de quem perdeu o emprego ou pediu as contas, mas também daqueles que precisaram recuar na carreira por algum motivo particular, como para estudar, criar um negócio próprio ou até para poder cuidar da educação das crianças.

O passo a passo

Até mesmo porque as contas vão continuar a chegar com ou sem emprego, né. Inclusive, elas podem até aumentar, como acontece de tempos em tempos. Então, conversar sobre finanças e acertar isso nos primeiros instantes pode fazer toda a diferença lá na frente.

A resposta está em tudo que gira em torno do planejamento. Só que não se preocupe com isso porque vamos explicar cada uma das etapas em cada um dos tópicos abaixo. Continue lendo para descobrir mais sobre os detalhes.

ANÚNCIO

FUNDO DE EMERGÊNCIA

Caso o casal esteja planejando abandonar o serviço com a intenção de elaborar uma nova atividade, como abrir uma pastelaria ou focar toda a sua atenção em algum curso, é preciso ter uma segurança financeira para tal.

Por isso, é preciso se organizar para aumentar o fundo de emergência antes de tomar a decisão. Essa é uma simples condição que vai permitir usufruir o melhor possível desse novo período de adaptação.

Nesse caso, calculem um valor ideal para conseguir cobrir todos os gastos para realizar esse objetivo e ainda possa superar alguma crise grande que surja durante esse período. Mas, se o que houve foi uma perda de emprego repentina, então, continue lendo.

AS DÍVIDAS

Para conseguirem um bom dinheiro e dar um “up” na sua reserva financeira ou para quitar as dívidas que está começando a se atrasar, saiba que será preciso economizar dinheiro. O foco deve estar em quitar o débito do cartão de crédito e do cheque especial.

Essa atitude faz com que os gastos para os próximos meses sejam menores, o que é importante para ter um custo de vida menor. Mas, como quitar as dívidas? Vamos comentar mais sobre isso nos próximos tópicos.

RENDA EXTRA

Mais uma das respostas para a pergunta sobre o que fazer quando a renda do casal é reduzida tem a ver com a renda extra. Aliás, isso pode ser um pouco complicado de se imaginar. Mas, essa atitude pode representar um grande incentivo para você se manter no “azul”.

Pensando em uma forma para conseguir mais recursos, vocês podem fazer um brechó e vender algumas coisas usadas, que tenham em casa e não usam mais. Por exemplo, dá para vender sapatos, blusas, calças, aparelhos eletrônicos e móveis usados.

Essa pode ser a saída para conseguir se preparar de uma forma mais segura para passar por esse momento de adaptações. Inclusive, não estamos falando para vender tudo que conquistaram juntos. Por outro lado, vocês devem ter algo que não usam mais, né.

O CONSUMO

Mais um dos passos importantes é considerar que os sacrifícios deverão ser feitos para que esse momento não se torne um pesadelo – por mais difícil que seja. Então, na hora de analisar o consumo, considere que ele só deve acontecer se for extremamente necessário.

Por exemplo, é bem provável que vocês vão ter que deixar o celular para trocar mais para frente – ainda mais se o seu modelo atual atender as suas necessidades de hoje em dia. E também pode ser que seja preciso abortar a compra de um carro novo.

Resumidamente, os seus gastos devem se basear apenas no básico e naquilo que é crucial para viver nessa nova fase da vida, como alimentação, contas de energia, água, internet e farmácia.

Além disso, nesse momento é hora de deixar o cartão parado para não ter muitas parcelas para pagar nos próximos meses. Aliás, se tiverem vários cartões, essa poderá ser uma boa oportunidade de diminuir para apenas 1 – para situações de emergência.

AS DESPESAS

Quando a renda do casal é reduzida, as despesas devem ser controladas e minimizadas ao máximo, também. Assim, a economia que vocês devem fazer não deve se resumir apenas em não comprar coisas novas para sua casa ou pagar suas dívidas mais antigas.

Até mesmo porque existem outras formas para gastar menos. Talvez andar menos de carro e mais de pé, de bicicleta, de ônibus. Outra coisa é deixar de comer em restaurantes em todos os finais de semana, o que também é uma boa ideia.

Saiba o que fazer quando a renda do casal é reduzida [passo a passo]

Isso não quer dizer que não precisam mais ser românticos. Afinal, vocês podem fazer o jantar em casa, criar um ambiente bacana e gastarem muito menos para celebrar o amor – apenas usando a criatividade.

FOCO, FORÇA E FÉ

Ao final do nosso artigo, como última dica importante para não deixar o momento, que já é triste, ficar ainda pior, saiba que ambos precisam estar completamente comprometidos com essa nova etapa do casal.

Aprenda como controlar as finanças do casal com 5 dicas

Essa decisão deve ser tomada por ambos. Então, não adianta um de vocês ficar culpando o outro por causa dessa situação. Logo, é preciso estar unido e focado para passar por esse momento, sem culpas e acusações. Mas, sim, com muito apoio e ajuda.

A situação pode ficar ainda mais difícil se um dos cônjuges não estiver de acordo com aquilo tudo que está acontecendo. Além da dificuldade financeira, ainda poderão passar por uma crise no relacionamento.

ANÚNCIO