Quem foi o misterioso homem do couro?

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Dizia-se que sua rota era tão consistente que as pessoas poderiam ajustar seus relógios à sua aparência.

O misterioso Leatherman tornou-se uma espécie de celebridade na América do século XIX. Ele caminhou uma rota de 365 milhas entre os rios Connecticut e Hudson, ano após ano, e sua rota era tão regular que as pessoas podiam ajustar seus relógios por ele!

A rota impossível do couro

Esta história incrível começa por volta da época da Guerra Civil Americana. Era uma época em que muitos estavam desesperados por trabalhar, sem mencionar simplesmente uma refeição quente e um lugar para dormir durante a noite.

the mysterious leatherman

Um desses homens se tornou uma lenda local. Ninguém nunca descobriu de onde ele veio ou quem ele era, mas nas áreas de Eastern Connecticut, Westchester e Putnam County, ele sempre será conhecido como o Leatherman. Quanto mais chegavam perto dele, mais misterioso ele se tornava.

Vagabundos de roaming não eram novidade em 1800, mas esse personagem curioso se tornou um dos pilares locais. As pessoas não sabiam quase nada sobre ele, além do fato de que ele percorria regularmente uma longa e sinuosa rota, ao longo de 34 dias.

Seu circuito ao longo do rio Connecticut passaria pelos condados de Westchester e Putnam, e cidades como South Salem, Croton Falls, Yorktown e Shrub Oak. A cada passo, ele usava seu distinto terno de couro, que pesava mais de 18 quilos!

Quaisquer que fossem suas motivações, ele certamente chamou a atenção para si mesmo. Quando ele se tornou um elemento fixo em cada uma das cidades pelas quais passou, graças à sua aparência distinta, os habitantes da cidade começaram a notar que sua pontualidade era notável.

Mais do que isso, era impossível. Dizia-se que você sabia as horas pela agenda dele. Se um local amigável tivesse combinado preparar comida para o Leatherman e entregá-la em um determinado momento, ele estaria à sua porta naquele momento, onde quer que você morasse na rota dele.

A legenda de couro

Esse caráter peculiar em seu distinto traje de couro é um estudo de caso fascinante. Quanto mais você olha para a história dele, mais intrigante tudo se torna. Havia algo nele, algum carisma inexplicável que o tornava uma celebridade local.

Foi considerado uma grande honra para ele parar à sua porta para comer. De fato, as escolas ofereceriam aos alunos mais esforçados a chance de levar suprimentos para ele em um ‘Dia do Leatherman!’

Ao longo de sua rota, ele dormiu em uma série de cavernas e estruturas de paralelepípedos, onde armazenaríamos comida e tal. Elas passaram a ser conhecidas como ‘cavernas Leatherman’ e ainda são pontos de interesse na área hoje.

A questão é: por que esse homem enigmático era tão amado? Por que, quando o estado de Connecticut aprovou uma “Lei de Vagabundos” em 1879, que permitia a prisão e prisão de vagabundos, ele parecia estar isento? A polícia o levou apenas uma vez, preocupada com sua saúde.

leatherman

Não tinha nada a ver com sua conversa brilhante, com certeza. O Leatherman era notoriamente de boca fechada, normalmente falando apenas em grunhidos, murmúrios e algumas palavras do que parecia estar quebrado em inglês. Dizia-se que a frase ocasional em francês podia ser discernida, levando as pessoas a acreditar que o francês era sua língua nativa.

De fato, fui conhecido pelo nome Jules Bourglay, que estava escrito na lápide dele. Tal como acontece com muitas outras coisas relativas ao Leatherman, porém, isso era apenas uma teoria, uma crença equivocada que foi refutada.

Jules Bourglay, de acordo com uma história, veio de Lyon na França. Ele era, segundo a lenda local, um marceneiro, que perdeu seu dinheiro nesse comércio em queda. Ele se apaixonou pela filha do comerciante de couro, também a perdeu e veio para a América em desespero. A partir de então, ele vagou pela solidão, ‘vestido com a substância de sua ruína’. Esse fantástico conto de fadas provou-se mais tarde falso, mas continua sendo contado até hoje.

leatherman cave site

Quem quer que fosse esse personagem enigmático, ele era igualmente inescrutável na morte. Ele foi encontrado morto em um de seus abrigos regulares em Nova York, em março de 1889. Novamente, ninguém pode concordar com as circunstâncias de sua morte. Alguns relatos atribuem isso a um misterioso ferimento na cabeça, outros ao câncer causado pelo uso extensivo de tabaco.

Seja qual for o caso, ele recebeu um enterro adequado, como convém ao seu status de “celebridade” local. E se você pensasse que o Leatherman era um mistério impossível na vida, sua morte só trouxe mais perguntas inacreditáveis! Hoje ficamos com duas perguntas aparentemente sem resposta: não apenas quem era ele, mas onde ele está?

Um mistério na morte como na vida

Ele foi enterrado no cemitério Sparta em Ossining, Nova York. Em 1953, historiadores locais acrescentaram a lápide que o identificou falsamente como “Jules Bourglay, de Lyon, na França”. Em 2011, seu túmulo foi exumado, na tentativa de mover seus restos mortais para um local mais central no cemitério.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys