Qual é o óleo mais saudável para fritar? Descubra a verdade crocante!

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Alimentos fritos sempre foram populares. Eles fazem parte de muitas cozinhas tradicionais e também são um grampo da indústria de fast-food. Infelizmente, fritar não é exatamente o método de cozimento mais saudável, principalmente quando feito em escala industrial. Mas fritar em casa certamente não precisa ser prejudicial. Em grande parte, tudo se resume ao tipo de óleo que você usa e como usá-lo.

A fritura envolve submergir um alimento em óleo quente. A temperatura ideal é de cerca de 176–190° C. Quando um alimento é submerso em óleo a essa temperatura, sua superfície cozinha quase instantaneamente e forma um tipo de “selo” que o óleo não consegue penetrar. Ao mesmo tempo, a umidade dentro dos alimentos se transforma em vapor, cozinhando os alimentos por dentro. O vapor também ajuda a manter o óleo fora dos alimentos.

Qual é o óleo mais saudável para fritar? Descubra a verdade crocante!

Se a temperatura estiver muito baixa, o óleo penetrará nos alimentos, tornando-o oleoso. Se a temperatura estiver muito alta, pode secar os alimentos e oxidar o óleo. Alguns óleos podem suportar temperaturas muito mais altas que outros. Temos que escolher óleos com alto ponto de fumaça e também óleos estáveis ​​e que não reajam com o oxigênio quando aquecidos. Quanto mais saturadas são as gorduras de um óleo, mais estáveis ​​ficam quando aquecidas.

Por esse motivo, os óleos saturados e monoinsaturados são os melhores, mas muitas vezes queremos evitar os óleos de cozinha que contêm grandes quantidades de gorduras poli-insaturadas, pois elas contêm duas (ou mais) ligações duplas em sua estrutura química. Essas ligações duplas tendem a reagir com o oxigênio e formar compostos nocivos quando expostos ao calor elevado. O gosto obviamente também importa. Na fritura, geralmente são preferidos os óleos com sabor “neutro”.

Qual é o óleo mais saudável para fritar? Descubra a verdade crocante!

O óleo de coco é sua melhor escolha no geral. Estudos demonstraram que, mesmo após 8 horas de fritura contínua a 180° C, sua qualidade não se deteriora. Mais de 90% dos ácidos graxos do óleo de coco são saturados, o que o torna muito resistente ao calor. As gorduras saturadas costumavam ser consideradas prejudiciais à saúde, mas novos estudos mostram que elas são uma fonte de energia completamente inofensiva para os seres humanos.

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.