Descubra qual é a diferença entre trabalho e emprego e saiba se faltará vagas

Parece engraçado você ler um conteúdo que vai falar de qual é a diferença entre trabalho e emprego porque todo mundo acha que é a mesma coisa. Porém, esses termos já foram usados como sinônimo, mas não funciona assim hoje em dia.

Tanto é que o mercado já percebeu isso. E sempre que você for procurar um conteúdo falando sobre trabalho ou sobre empregou ou ainda sobre o futuro deles vai ver que há várias definições e explicações sobre as palavras.

Agora, você sabe diferenciar tais termos? Aliás, para que precisa disso? Será que faz mesmo diferença na sua vida? Como vamos acompanhar nas próximas linhas, considere um “sim” para todas as respostas. Isso é importante ou, no mínimo, curioso de conhecer. Vamos lá.

A diferença entre trabalho e emprego

Uma das pessoas que mais falam do assunto é Beia Carvalho. Para ela, o trabalho é algo que existe e sempre existirá – independente das Eras em que vivemos, dos mundos, do modo como funciona e como é significado.

Recentemente, ela deu entrevista para a revista Empreende, na 1ª edição. Veja o que ela falou sobre a explicação do que é o emprego: “Onde haverá transformações será no emprego”. Então, ela acha que não vai faltar vagas no mercado de trabalho?

ANÚNCIO

É mais ou menos isso mesmo que ela comenta. “Existem muitas vagas no Brasil para várias especialidades. O que falta é profissional qualificado para atender essas demandas”.

Então, o que está acontecendo?

Ainda para explicar qual é a diferença entre trabalho e emprego e se baseando no que diz a especialista, considere que ela cita a Crise da Petrobras como exemplo. Essa multinacional e estatal brasileira tinha 6 mil vagas abertas de emprego.

No entanto, essas vagas quase nunca eram preenchidas. O motivo? Não tinham profissionais especializados neste setor e para as vagas abertas. Sendo assim, Beia fala que o segredo é olhar para o futuro para estar preparado dele.

“Chega uma hora que o futuro precisa de uma série de especialistas e eles não estarão lá”. Em resumo, o que ela diz é que as pessoas precisam estar preparadas para as oportunidades que vão surgir e vão continuar surgindo…

As novas habilidades

Agora, a gente sabe a diferença entre trabalho e emprego. Além disso, a gente viu que, conforme o comentário da especialista e palestrante, as vagas e oportunidades existem. Porém, nem sempre há pessoas capacitadas para tal.

Considerando essa breve introdução, o que a gente pode falar agora é sobre as novas habilidades que o mercado exige dos profissionais. E o maior destaque está no domínio das novas tecnologias.

E falando as novas tecnologias, Beia cita outro termo conhecido, mas que acaba sendo angustiante para muita gente: “universitários analfabetos funcionais”. Para ela, isso é algo como “ter um diploma na mão e achar que já está pronto para o mercado”.

“Isso não é mais possível no século XXI. Não existe a hipótese de parar de estudar”, ela critica. Dizendo que quem está interessado em trabalho, conseguir vagas com melhores salários e até mesmo empreender deve continuar estudando sempre, em várias áreas.

O estudo constante

E para complementar o tópico anterior, vamos considerar que além das novas tecnologias, a gente tem que incluir como habilidade importante desse novo século tudo o que está relacionado com a internet.

Assim, Beia fala em aprender o que significa e como usar os seguintes termos: inteligência artificial, machine learning, chatbots, blockchain, as moedas criptografadas como o bitcoin, dentre várias outras. Aliás, isso tudo pode entrar no conjunto das “tecnologias disruptivas”.

“Se você não se interessa e desconhece tudo isso, por que vou querer te contratar sendo que preciso de especialista nessas áreas? ”, novamente, ela alfineta. Loog, a explicação vem do fato de que a curiosidade deve ser uma qualidade das pessoas interessadas no mercado.

O trabalho vai além da faculdade

E para fechar e concluir esse artigo que fala, de forma bastante simples, sobre qual é a diferença entre trabalho e emprego, a gente mostra que para a palestrante a questão está na percepção de ver que o trabalho vai existir e está além da faculdade.

“Estudar não quer mais dizer que o jovem passou no vestibular e só frequentará aulas diariamente”.

E continua: “Acontecem em uma velocidade muito superior à que você se atualiza. Portanto, se pararmos de estudar não conseguiremos sequer entrar no ritmo, pois as coisas ficam muito distantes”.

qual é a diferença entre trabalho e emprego

Para ela, frases como “não tem trabalho para mim” é uma forma de analisar como as pessoas têm se comportado de forma incorreta no mercado de trabalho. Já que pouco se ouve falar em “se eu tivesse inglês, eu poderia ter um trabalho”.

Leia também: vagas no exterior

E já que citamos o inglês no tópico acima, resolvemos trazer esse bônus aqui. Você sabia que mesmo estando no Brasil, você pode encontrar sites que oferecem vagas para trabalhar no exterior? E a gente tem um conteúdo que fala disso.

Nele, a gente dividiu vários tópicos. Sendo assim, falamos onde você pode encontrar vagas para trabalhar na Irlanda, na Itália, em Portugal, na Inglaterra, na França, na Suíça, na Polônia… Ficou interessado? Você pode ler a matéria quando quiser.

Aliás, no mesmo conteúdo a gente ainda cita “como cadastrar o currículo nesses sites para trabalhar no exterior”. Talvez essa seja uma boa ideia para quem busca uma melhor recolocação no mercado de trabalho atual.

ANÚNCIO