Protetores faciais de plástico não funcionam e permitem que 100% das gotículas de Covid-19 escapem, alerta o estudo

De cabeleireiros a garçons, muitos profissionais passaram a usar protetores faciais em meio à pandemia do coronavírus.

Mas um novo estudo alertou que esses escudos plásticos não funcionam e podem realmente permitir que as gotículas de coronavírus transportadas pelo ar escapem.

Pesquisadores do Centro Riken, no Japão, realizaram uma simulação usando Fugaku – o supercomputador mais rápido do mundo.

Viseira não apresenta grande eficiência

A simulação descobriu que quase 100% das gotas transportadas pelo ar com menos de 5 micrômetros de tamanho escaparam pelo visor de plástico, enquanto 50% das gotas maiores encontraram seu caminho para o ar.

Em declarações ao The Guardian, Makoto Tsubokura, líder da equipe, disse: “A julgar pelos resultados da simulação, infelizmente, a eficácia dos protetores faciais em evitar que as gotículas se espalhem da boca de uma pessoa infectada é limitada em comparação com as máscaras.”

“Isso é especialmente verdadeiro para pequenas gotas de menos de 20 micrômetros. Ao mesmo tempo, funciona de alguma forma para gotículas maiores que 50 micrômetros.”

Veja também: Microbiologista compartilha fotos que mostram como as máscaras são eficazes para impedir a propagação do coronavírus

Os pesquisadores sugerem que as pessoas que são aconselhadas a não usar máscaras podem usar protetores faciais, mas apenas ao ar livre ou em áreas internas bem ventiladas.

Em alguns países é liberado o uso apenas do protetor facial

Na Inglaterra, não há atualmente nenhuma orientação específica sobre se você pode usar uma proteção facial de plástico em vez de uma máscara.

No entanto, na Escócia, o uso de protetores faciais em vez de máscaras é permitido.

Foto: (reprodução/internet)

O site do governo escocês explica: “Você também pode usar, se preferir, uma viseira, mas ela deve cobrir completamente o nariz e a boca.”

Enquanto isso, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos afirmam que não se sabe se os protetores faciais podem ou não protegê-lo do coronavírus.

Ele afirma: “O CDC não recomenda o uso de protetores faciais para atividades diárias normais ou como um substituto para coberturas faciais de pano.”

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror