Saiba como fazer uma previdência privada para a família inteira

ANÚNCIO

A gente não precisa pensar muito para saber que para colher bons furtos no futuro a gente tem que ter atitudes inteligentes hoje, correto? É o famoso “plantar para colher”. Por isso, tanta gente pensa em fazer uma previdência privada para a família toda.

Inclusive, o assunto começa bem antes, quando nasce a preocupação em aprender a poupar, economizar, investir. Assim, a previdência aparece como alternativa segura para quem quer ter um dinheiro guardado para daqui há alguns anos ou décadas.

ANÚNCIO

E isso se explica por vários motivos. Mas, não podemos deixar de falar do fato de que, com o passar do tempo, vai ficando mais evidente que depender do Governo Federal para garantir a aposentadoria está se tornando inviável para você, para a empresa, para nós, para a família.

Mas, não é só nisso que se deve pensar ao vislumbrar um amanhã melhor. Ou um amanhã mais rico. Saiba que também é preciso pensar numa situação confortável para seu conjugue, na educação dos filhos, na segurança financeira, em viagens. Por isso, a previdência.

Ao passo que investir em previdência é algo como ir colocando os primeiros tijolos dessa nova construção que você está fazendo. Agora, sem desenhar muito essa cena de alegria, vamos direto ao ponto: o que é preciso para montar uma previdência para a família?

ANÚNCIO

Você sabe o que é uma previdência privada?

Vamos entender primeiro o que é uma previdência privada. Obviamente porque isso vai ser fundamental para a gente chegar ao ponto de responder a pergunta sobre como fazer uma previdência privada para a família.

Normalmente, nós associamos a previdência privada a aposentadoria. Certo? E sim, um dos seus objetivos é oferecer esse benefício de forma particular para o longo prazo, para esse momento de aposentadoria, após anos de trabalho.

Porém, saiba que não é só isso. Ela também pode ser usada para muitos objetivos ao longo prazo. Entre eles, pagar a faculdade ou intercâmbio dos filhos, gerar novas oportunidades de emprego, pensar em abrir um negócio próprio, entre outros.

Ou seja, investir em uma previdência privada faz com que, na verdade, a pessoa esteja optando em uma forma para garantir segurança financeira para toda a sua família no futuro.

A previdência privada para toda a família

Ao optar em fazer uma previdência privada você pode escolher em fazer para toda a família, sim. Logo, há modelos que permitem todos os benefícios que uma previdência convencional tem, com a vantagem de poder estender para filhos, companheiros e até para os pais.

De forma geral, aqueles que são parentes de 1º grau estão aptos para receber um resguardo financeiro que lhe permita executar metas futuras ou até a própria aposentadoria.

Um dos motivos utilizados que vem atraindo as pessoas para investir nesta modalidade de previdência são as baixas parcelas mensais que precisam ser investidas, que podem garantir segurança futuramente para os beneficiários sem pesar no orçamento de hoje.

Por exemplo, o Previleve, o novo Plano da Previbayer Sociedade de Previdência Privada, é de a partir de R$ 50. Mas, você pode pesquisar sobre planos da Caixa, em corretoras e muito mais.

No entanto, como citamos a Previleve, que é uma referência no assunto sobre fazer uma previdência privada para a família inteirinha, vamos falar um pouco mais dessa opção que existe no mercado.

Conheça melhor a Previleve

O menor valor para contribuir é R$ 50, como já anunciamos acima. No entanto, também poderá ser mais. Tudo vai depender da análise do contratante. Assim, ele tem o direito de mudar de plano quando quiser, alterando as condições para o próximo mês.

As contribuições podem ser feitas por boleto bancário ou débito em conta. No caso do débito, porém, é preciso ter uma conta corrente no banco Itaú.

Assim, também vale a pena considerar que todo plano irá passar por um reajuste automático para a contribuição básica em novembro. No entanto, isso só conta a partir dos 12 meses de plano. O reajuste será de R$ 50,00 ou 10%, o que for maior.

Além do mais, a aposentadoria para quem assinar o plano Previleve é permitida quando o beneficiário atingir pelo menos 50 anos. Inclusive, para quem estiver em busca de aposentadoria por invalidez, precisará passar por uma perícia médica feita por especialistas.

Sobre o pagamento

Uma dúvida que muita gente tem é sobre o pagamento da previdência. Saiba que você pode fazer o regaste antes da aposentadoria, se quiser. No entanto, para isso, deverá ter, ao menos 36 meses de vinculação ao plano e 18 anos de idade.

Aí, nesse caso, você poderá pedir, no máximo, 70% dos seus investimentos.

Outra coisa é saber que o recebimento da renda por ser feito pelo percentual de 0,1% a 1,4% do saldo integral da conta, pelo prazo certo de 5 anos a 20 anos, em benefício fixo, que é a renda mensal, onde valor precisará ser entre 0,1% e 1,4% do saldo de conta.

Será que vale a pena criar uma previdência privada separada para os filhos? Vamos ver

Independente de qual seja a sua escolha, note que será possível fazer um recebimento de forma antecipada de até 25% do saldo acumulado. Isso pode acontecer 5 vezes. A vantagem é que o plano não tem taxa de carregamento e a taxa de administração é de 0,5% ao ano.

Como saber mais do Plano Previleve

Para você fazer adesão ao Previleve, atualmente existem dois caminhos. O primeiro é baixando o aplicativo da empresa. E o outro é baixando o termo de adesão online e levando até uma unidade física.

De qualquer modo, saiba que esses mesmos caminhos te levam a conhecer mais do plano, das previdências e tudo o que tem que saber desse contrato.

previdência privada para a família

Por fim, saiba que para aderir a essa previdência privada para a família será preciso informar alguns dados, como nome, CPF, e-mail, data de nascimento, telefone, forma de pagamento, perfil de investimento, opção de tributação e aceitar os termos de contrato.

ANÚNCIO