Praias tailandesas desertas vêem aumento das tartarugas marinhas raras em 20 anos

ANÚNCIO

As praias da Tailândia, que estavam vazias desde a entrada em vigor das restrições do coronavírus, registraram o maior aumento de ninhos de tartarugas marinhas raras em 20 anos.

Como as praias famosas e inacreditáveis ​​do país ficam vazias devido à pandemia de coronavírus, as tartarugas marinhas começaram a colocar seus ovos nas praias novamente.

ANÚNCIO

Praias tailandesas desertas vêem aumento das tartarugas marinhas raras em 20 anos

Atraindo mais de 30 milhões de turistas a cada ano, a Tailândia baniu as viagens, na tentativa de impedir a propagação do vírus, o que significa que, embora o número de turistas tenha diminuído drasticamente, as praias foram deixadas vazias para a natureza retomar.

Desde novembro do ano passado, as autoridades encontraram 11 ninhos de tartarugas – o número mais alto em 20 anos. Nenhum foi encontrado nos cinco anteriores.

ANÚNCIO

Kongkiat Kittiwatanawong, diretor do Centro Biológico Marinho de Phuket, disse à Reuters: “Este é um sinal muito bom para nós, porque muitas áreas de desova foram destruídas por seres humanos.

“Se compararmos com o ano anterior, não tivemos tantas desova, porque as tartarugas têm um alto risco de serem mortas por equipamentos de pesca e por seres humanos que perturbam a praia”.

Praias tailandesas desertas vêem aumento das tartarugas marinhas raras em 20 anos

E não é apenas na Tailândia que se diz que as tartarugas marinhas estão prosperando graças à falta de pessoas que inundam praias e cursos de água durante o tempo quente.

A gerente sênior de pesquisa do Centro Marinelife, Sarah Hirsch, disse que as tartarugas de couro do WPEC devem se sair muito bem este ano.

Ela acrescentou: “Estamos empolgados em ver nossas tartarugas prosperarem neste ambiente. Nosso mundo mudou, mas essas tartarugas fazem isso há milhões de anos e isso é apenas tranquilizador e nos dá esperança de que o mundo ainda esteja acontecendo”.

Embora o surto de coronavírus tenha causado danos indizíveis a muitas áreas da vida humana, ele realmente destacou o efeito que tivemos na natureza – bem como a rapidez com que o mundo natural poderia se recuperar se fosse dada a chance.

Praias tailandesas desertas vêem aumento das tartarugas marinhas raras em 20 anos

Não apenas vimos a poluição do ar clarear em algumas das cidades mais sufocadas do mundo, como vimos cabras indo para as cidades do País de Gales, bem como um rebanho de veados nas ruas do leste de Londres.

Os animais haviam se aventurado em um conjunto habitacional em Harold Hill, onde foram vistos relaxando em vários trechos de grama.

Acredita-se que o cervo tenha vindo do vizinho Dagnam Park, que fica do outro lado da estrada da propriedade – tendo estado na área há mais de 1.000 anos.

Se algo bom puder surgir nestes tempos estranhos em que vivemos, uma reavaliação do efeito que exercemos sobre o mundo em que vivemos seria um ponto de partida.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ladbible

ANÚNCIO