Minilua

Por que o Zika Vírus é considerado tão perigoso?

No início de 2016, chegou um novo alerta para a saúde: o Zika Vírus. Claro que você já deve ter lido ou escutado algo sobre o que é essa doença, quais seus sintomas, como prevenir, diagnosticar e como tratar.

Mas por que o Zika Vírus é tão perigoso?

O Zika Vírus (ZIKV) é um vírus do gênero Flavivírus que é considerado relativamente novo, uma vez que só foi identificado em seres humanos a partir de 1968.

Este vírus é transmitido pelos mosquitos do género Aedes, tais como Aedes aegypti, que também transmitem outras doenças, como a dengue, febre amarela e a febre de Chikungunya.

Essas doenças compartilham na maioria dos seus sintomas: febre, dores de cabeça e dores musculares. Em particular, o Zika Vírus tem dois sintomas diferentes: conjuntivite e erupção cutânea.

Apesar de ter mais sintomas, os especialistas concordam que, em geral, os sintomas do Zika Vírus são muito mais suaves do que aqueles causados ​​por outras doenças. Então, por que é tão perigosa esta doença?

Zika vírus e as mulheres grávidas

Até agora nada está 100% comprovado cientificamente, mas especialistas suspeitam que o Zika Vírus pode ser extremamente perigoso para as mulheres grávidas, pois pode causar defeitos congênitos em seu feto.

O país mais afetado pela expansão do Zika Vírus na América é o Brasil. E foi aqui que começou a se desconfiar sobre a correlação entre a infecção pelo Zika Vírus e o nascimento de bebês com microcefalia.

No Brasil, 200 bebés nasciam com esta malformação a cada ano, mas desde outubro de 2015 mais de 4.000 casos foram documentados. Um aumento impressionante, coincidindo com o aumento dos casos positivos do Zika Vírus.

Ainda assim, é necessário investigar exaustivamente as causas da microcefalia em todos os casos, mas especialistas dizem que a relação é muito suspeita para ser apenas uma coincidência.

Outras partes do mundo também relataram um aumento na taxa de nascimento de bebês com microcefalia. Como na ilha de Yap, localizada na Micronésia, e na Polinésia Francesa; nesses lugares o vírus chegou apenas em 2007 e 2013.

Como o nível de suspeita cresce, também cresce o nível de alerta pelas autoridades de saúde, que recomendam que grávidas tomem medidas extremas para prevenir a infecção pelo Zika Vírus. Veja algumas dessas medidas:

–  Esvaziar e desinfectar os recipientes que possam acumular água parada.
– Usar repelentes contra insetos.
– Cobrir a pele tanto quanto possível através do uso de mangas compridas, calças e sapatos fechados.
– Proteger portas e janelas com redes mosquiteiras.
A febre muito alta e persistente é o principal risco desta doença, especialmente para as crianças, idosos e qualquer pessoa com um sistema imunitário enfraquecido.

O Zika Vírus não é uma doença mortal, mas se não for diagnosticada corretamente e persistirem os sintomas por muito tempo, qualquer paciente pode desenvolver complicações com risco de vida.

<-- /home/edenilson/web/minilua.com/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/por-que-o-zika-virus-e-considerado-tao-perigoso/amp/index.html //-->