Pobres são mais gente boa, conclui pesquisa

pobre-pessoas

O que todos nós já sabíamos agora também foi comprovado por um pesquisa: “Dinheiro não compra felicidade.”

Em um estudo realizado pelas Universidades da Califórnia (EUA) e de Toronto (Canadá), os participantes mais pobres demonstraram maior capacidade de entender as emoções alheias e de se colocar no lugar do outro do que os ricos.

Outras pesquisas feitas anteriormente já havíam comprovado que quanto menos dinheiro no banco, educação formal e status profissional a pessoa tem, maior tendência a ser mais simpática, prestativa e generosa.

O resultado da pesquisa, de acordo com os pesquisadores se deve a uma suposta resposta às ameaças sociais que as pessoas mais pobres estão sujeitas, como por exemplo ficar muito tempo desempregado. Quando a pessoa não tem dinheiro, tende a recorrer as relações interpessoais para sobreviver.

Adaptado de super.abril

Reaja! Comente!
    Topo