Minilua

As piores doenças do mundo #3

O nosso corpo é uma grande máquina, mas com grandes problemas. Basta um pequeno vírus ou uma falha em algum dos componentes dele para que nossa vida vire um inferno:

Síndrome do vampiro

O Sol é o dono da vida na Terra. Graças a energia que ele nos envia, nós temos vida por aqui. Porém algumas pessoas simplesmente não podem conviver com a luz dele.

A doença chamada Xeroderma pigmentoso, que é uma desordem genética, faz com que o corpo não consiga reparar os danos causados pelos raios ultravioletas. Isso faz com que a pele fique terrivelmente machucada e pode gerar três tipos de câncer. Além disso, essa desordem pode causar cegueira.

O único tratamento para essa doença é o óbvio: ficar longe da luz do Sol.

Síndrome da estátua

Fibrodisplasia ossificante progressiva é uma das doenças mais estranhas do mundo. Ela surge como uma dor e um inchaço em alguma parte do corpo, depois esse incomodo some, mas é aí que o real problemas acontece. A síndrome da estátua faz com que o corpo produza novos ossos sem parar e esses ossos vão tomando o lugar de músculos e tendões, até que a pessoa perde todos seus movimentos.

Felizmente esse problema genético só aparece em 1 a cada 2 milhões de pessoas, porém ela não possui cura fazendo com que o portador dela viva, em média, 41 anos apenas.

Homem árvore

Essa doença estranha é causada apenas quando dois problemas ocorrem ao mesmo tempo. Primeiro, a pessoa precisa ter um problema genético e depois ela tem que ser infectada com o HPV do tipo 5 ou 8. Dessa maneira, a Epidermodysplasia verruciformis começa seu trabalho maligno.

O que essa doença faz é transformar o portador em uma árvore. Quando ela começa a atacar, diversos máculas são criadas sem controle, fazendo com que a pele vire algo parecido como uma casca de árvore.

Síndrome do lobisomem

Essa doença, que apesar de não causar problemas graves a saúde, faz com que a pessoa tenha a vida muito complicada, pois mexe diretamente com a aparência. Quando essa desordem genética ataca, o corpo começa a gerar pelos sem parar, em todos os cantos, dando ao doente o aspecto do lendário lobisomem.

Antigamente quem sofria dessa doença trabalhava em shows de bizarrices, porém hoje em dia isso caiu em desuso e a doença já consegue ser bem combatida, graças a depilação a laser.

<-- /home/edenilson/web/minilua.com/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/piores-doencas-mundo-3/amp/index.html //-->