Pinguim aprendeu a ir ao mercado para comprar sua própria comida e os vizinhos cuidam dele

ANÚNCIO

Shibushi, uma cidade no Japão tinha um habitante peculiar: Lala, uma pinguim fêmea que estava em uma rede de pesca, de modo que uma família a resgatou, cuidou dela e até a ensinou a ser auto-suficiente, já que ela sozinha aprendeu a ir ao mercado para comprar o peixe que iria comer.

Durante anos, foi uma atração e uma imagem especial vê-la andar pelas ruas da cidade com a família Hishimoto até o local onde ela comprava peixe fresco.

ANÚNCIO

Pinguim aprendeu a ir ao mercado para comprar sua própria comida e os vizinhos cuidam dele

Desde que a encontraram, o casal humano não pode mais se separar de Lala. Como ainda era pequena, foi alimentada com um conta-gotas até ficar forte, mas também se acostumou à companhia de seus cuidadores.

Para deixá-la confortável, ela recebeu seu próprio quarto, porém, com um ar condicionado potente, para que não sofresse com o calor e pudesse se desenvolver adequadamente.

ANÚNCIO

O que realmente surpreendeu é a inteligência deste pássaro, já que ela acompanhava seu dono ao centro da cidade para comprar o peixe, mas logo aprendeu o caminho e conseguiu fazê-lo sozinha.

Pinguim aprendeu a ir ao mercado para comprar sua própria comida e os vizinhos cuidam dele

Eles colocaram uma mochila nela, obviamente com uma figura de pinguim, e ela saia para caminhar pelas ruas até chegar ao local onde já a conheciam e esperavam para atender seu pedido. Uma vez por semana, ela ia ao mercado, onde provava um bom peixe ali e o resto era levado em sua mochila.

A cidade de Shibushi não tinha as condições de temperatura para Lala, mas nem ela nem os Hishimoto queriam se separar, porque tinham um belo relacionamento, de modo que a família se preocupou em prestar o maior cuidado.

As imagens e essa história já são antigas, mas a inteligência desse animal ainda é surpreendente, e embora já tenha morrido devido à idade, é sempre bom lembrar de personagens interessantes como esse. Na verdade, eles ainda querem ter outro pinguim como animal de estimação.

ANÚNCIO