Veja 3 tendências que descobrimos em uma pesquisa de mercado para abrir uma pizzaria

O que todo especialista em empreendedorismo recomenda para quem está começando é: faça uma boa pesquisa do mercado. A gente foi atrás disso e fizemos uma pesquisa de mercado para abrir uma pizzaria e você não vai acreditar no que descobrimos.

Além de assuntos mais focados em cada região, como sabores de pizzas, formatos de pizzas e outras coisas assim, a gente também descobriu 3 tendências que vale para todas as pizzarias do país, de qualquer lugar.

Inclusive, essa ideia de negócio é crescente no Brasil. Até mesmo porque as pizzarias conquistam uma fatia do mercado de alimentos bastante importante –  e isso não é no sentido literal, não. Logo, esse acaba sendo um caminho interessante para quem quer empreender.

Antes de trazermos essa tendência, sem nenhum custo para você, considere que vamos falar, brevemente, sobre alguns números referentes ao mercado de pizzas no nosso país e também sobre o que é, de fato, uma pesquisa de mercado. Vamos nessa!

Os números do entusiasmo

O fato é que, atualmente, se existe alguma unanimidade em relação à comida que os brasileiros mais gostam, com certeza, temos como resposta a pizza. Ou vai dizer que você conhece alguém que não gosta de pizza? É raro, hein.

Sabendo dessa preferência que temos por aqui, o resultado direto é visto a partir dos investimentos em novas pizzarias que surge o tempo todo em toda região do país. Ainda mais durante o isolamento social, quando a pizza entregue em casa, se tornou opção mais viável.

Dessa forma, o empreendedor que pensa em investir nesse nicho está, sem dúvida, no caminho certo. Agora, será que os números são positivos? Com certeza, sim. Por isso, eles trazem tanto entusiasmos a quem está prestes a ser dono de uma pizzaria.

Para a Associação Pizzarias Unidas, no estado de São Paulo são consumidas mais de 1 milhão de unidades de pizza diariamente. Você anotou isso? 1 milhão de pizzas por dia! Além disso, nós temos 146 mil micros ou pequenas empresas (pizzarias) em todo o território paulista.

E a pesquisa de mercado?

Como falamos, também temos um tópico para explicar melhor sobre a importância da pesquisa de mercado. Saiba que o consumidor é o foco de qualquer empresa. Então, isso também vale para as pizzarias.

Sendo assim, o empreendedor deve conhecer ao máximo desse consumidor para conseguir fazer uma venda mais certeira. Por exemplo, na pesquisa de mercado dá para identificar diversos gostos e perfis desse público.

E isso vai do sabor da pizza até o preço médio que ele pretende pagar por ela. De modo que a pesquisa é imprescindível para qualquer novo negócio. Ah, e sem falar ainda que nesse mesmo estudo dá para saber sobre os concorrentes, o mercado, os fornecedores.

Concorrência e Fornecedores!

No caso da concorrência, além da pesquisa, que é focada no cliente, você também deverá fazer um estudo por conta própria. Assim, pergunte-se sobre: como é a higiene do local? Quais os preços? O horário de funcionamento?

E para complementar esse tópico, saiba que o estudo sobre os fornecedores também pode ser um item decisivo para você saber se aquela ideia de negócio é a melhor para você. Pense sobre as máquinas, equipamentos, matéria-prima, garantias, fabricantes, etc.

As tendências do mercado

Já falamos dos números do setor e da pesquisa de mercado. Mas, agora queremos saber mesmo quais os resultados atuais de uma pesquisa de mercado para abrir uma pizzaria que foi feita recentemente em São Paulo. Trouxemos aqui 3 das principais respostas.

1 – SAUDABILIDADE

É isso mesmo. O termo é novo e pode ser que você nunca tenha ouvido falar. Mas, de fato, deveria porque ele está na boca do povo. Ainda que as pessoas não saiam por aí falando “saudabilidade”, com certeza, elas adoram praticar isso.

Descubra como ser um chef de cozinha brasileiro de sucesso

O que é, então, a saudabilidade? É um conceito relacionado ao uso de produtos que beneficiam a saúde. Ainda não entendeu? Vamos lá. Temos como principais elementos a farinha integral e os alimentos orgânicos.

Ah, agora sim, não é mesmo? Por isso, considere que no processo de elaboração de receitas você pode pensar no uso de tais alimentos, que ainda não são os mais comuns, mas já agradam uma boa parte da população adoradora de pizzas.

Ah, e sem falar ainda dos clientes que possuem perfis diferenciados, como aqueles que possuem a intolerância à lactose e ao glúten, por exemplo.

2 – SUSTENTABILIDADE

A segunda tendência que temos aqui é bem mais conhecida. Até mesmo porque esse termo (sustentabilidade) está em alta há alguns anos. Mas, o que queremos dizer quando falamos em pizzarias sustentáveis?

É aquele estabelecimento que preza pelo uso de materiais que não prejudicam o meio ambiente. E, claro, não é só isso. Ser sustentável também é ter uma empresa que destina corretamente o óleo, o lixo e os descartes para lugares que não sejam os aterros.

Outro exemplo está no uso da lenha legalizada e o tratamento sustentável do lixo, quando é pensado na separação dos descartáveis ou no uso do lixo orgânico para compostagem, por exemplo. De fato, há várias formas de ser uma pizzaria sustentável.

3 – TAKE AWAY

E para fechar as tendências, agora um termo que é ainda mais novo. Possivelmente, você nem ouviu falar ainda. Mas, de fato é uma grande tendência no mercado brasileiro.

Descubra as 4 principais formas para receber pagamentos de Food Service

Para quem não sabe ainda, o take away nada mais é do que a possibilidade de oferecer alimentos que podem ser transportados e consumidos em outros locais ou mesmo no trânsito. Isso vai além da entrega delivery, ok?

É algo como entregar com talheres, com cortes exatos e assim por diante.

Bônus – planejando o negócio

E como não temos o hábito de terminar um conteúdo sem um fechamento, aqui vai um bônus para quem está estudando o mercado de pizzarias. Lembre-se: todo começo tem que partir de um plano. E, nesse caso, estamos falando mesmo do plano de negócios.

pesquisa de mercado para abrir uma pizzaria

Isso porque apesar dos números positivos, saiba que o empreendedor que vai ser dono de pizzaria precisa ter alguns cuidados para não dar um passo em falso. É claro que a pesquisa de mercado é importante nisso, mas não é tudo, obviamente.

Maro Amatti é especialista e definiu muito bem essa ideia. “Também é muito importante fazer o estudo de viabilidade, em que devem ser cotados um fundo de caixa e um capital de giro. Assim, o empreendedor evita ter que fechar a pizzaria alguns meses após a abertura”.