Minilua

Personagens inesquecíveis: Mau e Godofredo #19

De um lado, o afável e carinhoso Godofredo. De outro, o temível e maléfico Mau. Veja só:

Item 1- Como tudo começou

E claro, para falarmos deles, é necessário conhecermos um pouquinho de sua história. Bom, vamos a ela:

Criados nos anos 90, os personagens logo conquistariam as crianças. Seu principal difusor, um dos programas mais famosos da época: O Castelo Rá-Tim-Bum.

Dinâmico e interessante, ele trazia uma série de características. Da linguagem didática, ao conteúdo pedagógico. Não menos importante, os divertidos bonecos, entre os quais, Mau e Godofredo.

Sucesso comercial, a atração contaria com mais de 90 episódios. Sua primeira transmissão, entre os anos de 94 e 95.

Um pouquinho dos personagens

E como dito acima, eles marcariam época na TV brasileira. No caso do Mau, por exemplo, as mais interessantes charadas.

De rimas e advinhas, aos famosos trava-linguas. Nesse ínterim, é claro, uma das principais características do personagem: Sim, a sua temível gargalhada.

E mais, intitulada como “fatal”, ela causaria medo e temor nos participantes. Godofredo, aliás, que o diga, o mais aterrorizado de todos.

Habitantes de um castelo, ambos viveriam em paz. Mau com seus trejeitos estranhos, e Godofredo com a sua bondade.

Diferença mesmo, apenas na aparência dos dois. O primeiro, uma espécie de monstro, e o segundo, um elfo ambulante.

Quem interpretava

Pois é, uma dúvida bem interessante. Em relação ao Mau, a participação de um dos mais talentosos atores: Claúdio Chakmati.

Funcionário querido, ele ainda participaria de diversos trabalhos. Entre os mais conhecidos: o “Telecurso” global e a novela “Éramos Seis”.

Sua última aparição, em um dos programas mais cultuados da garotada: “Agente G” de 1995.

Já a sua morte, em decorrência de um ataque cardíaco, no mesmo ano.

Godofredo

E para quem não sabe, ele seria interpretado por um dos mais admirados profissionais: Álvaro Petersen Jr.

Este, no caso, com inúmeros trabalhos realizados: Da cobra Celeste ao divertido “Leite” (Agente G).

Seu trabalho mais recente, a frente do Cocoricó. Já seus personagens, “Dito” e “Oriba”.