Pep Guardiola dobra na defesa de Sergio Aguero sobre o incidente de Sian Massey-Ellis

ANÚNCIO

Pep Guardiola dobrou sua defesa de Sergio Aguero por colocar o braço em torno da assistente do árbitro Sian Massey-Ellis.

Aguero foi criticado por sua ação, com Alan Shearer, Ian Wright e Gary Neville, todos pedindo ao atacante do Manchester City um pedido de desculpas a Massey-Ellis.

ANÚNCIO

Shearer disse que a ação de Aguero “não foi uma boa aparência”, Wright chamou de “paternalista”, enquanto Neville disse que a estrela argentina “seria melhor servida se desculpando e acabando com tudo”.

Técnico defende argentino

Guardiola defendeu Aguero logo após o incidente, ocorrido na primeira metade da vitória do City por 1 a 0 sobre o Arsenal na Premier League no último fim de semana, no Estádio Etihad.

Depois de Massey-Ellis ter concedido um lateral ao Arsenal, Aguero colocou o braço em volta do ombro dela, o que fez com que a árbitra, que estava claramente desconfortável, estremecesse e encolhesse os ombros.

ANÚNCIO

Questionado, após reflexão, se achava que a conduta de Aguero merecia um pedido de desculpas, Guardiola disse que tinha certeza de que o artilheiro recorde do City teria pedido desculpas se Massey-Ellis tivesse reclamado de suas ações.

Pep Guardiola dobra na defesa de Sergio Aguero sobre o incidente de Sian Massey-Ellis
Foto: (reprodução/internet)

“Não falei com o Sergio sobre isso, mas tenho certeza de que se ela se sentir mal, ele vai se desculpar sem problemas”, disse Guardiola.

“Todas as pessoas olhando de fora julgam, mas eu sei a intenção do Sérgio. O Sergio colocou as mãos de maneira normal, como muitas vezes faz comigo, dentro ou fora do campo.”

“Ou quando eu o abraço, quando há uma substituição, ou quando às vezes ele toca também no árbitro ou no adversário.”

Veja também: Sergio Aguero, atacante do Man City, sofre lesão e ficará dois meses fora do campo

Intenção do jogador é o que importa na visão do técnico

“Se eu tivesse visto alguma agressão, talvez. Mas acho que foi normal porque o conheço perfeitamente. Ele tem sido uma grande estrela no mundo, mas é humilde, uma das pessoas mais legais que conheci.”

“O que é importante é a intenção dele, e a intenção dele era normal, falar com ela de uma forma normal. Não era um palavrão, era apenas normal.”

Guardiola comparou isso ao episódio do Twitter envolvendo os companheiros de equipe Bernardo Silva e Benjamin Mendy, que viu o ex-jogador suspenso por um jogo pela FA após ser considerado culpado de improbidade.

Bernardo também foi multado em £ 50.000 e obrigado a fazer um curso educacional depois de enviar um tweet para Mendy que endossava um estereótipo racial.

Explicando a sua visão da conduta de Aguero para com Massey-Ellis, Guardiola disse: “É o mesmo com o que aconteceu com Bernardo. Eu o conheço perfeitamente, era uma piada e esta era uma situação normal.”

“Eu sei perfeitamente, é como o Bernardo e o que ele teve com o Mendy. Eles são irmãos e ele foi suspenso.”

Aguero estreia no West Ham hoje, com Kevin De Bruyne, Nathan Ake e Aymeric Laporte na disputa após retomar os treinos, embora Gabriel Jesus, Benjamin Mendy e Fernandinho continuem de fora.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror

ANÚNCIO