Veja todos os passos para guardar dinheiro – do pagamento das dívidas até os investimentos

Na internet você já deve ter lido diversos textos que ensinam os passos para guardar dinheiro. Aqui mesmo no blog, a gente já falou de algumas técnicas usadas para isso. Só que, com certeza, você nunca leu algo tão sincero como o que vamos dizer nessa matéria.

Aqui a conversa é muito objetivo. Se você quiser mesmo guardar dinheiro, saiba que vai precisar seguir alguns passos – mesmo que não goste. E não tem enrolação, não. A ideia é: pegue o seu salário e faça a divisão dele com base nas suas contas.

Ah, mas é só isso? É só isso sim. Agora, não adianta você reservar 95% para gastos com lazer e deixar 5% para as contas domésticas ou para os investimentos, né? O que vamos falar é sobre qual deverá ser a porcentagem para cada gasto que você tem no mês.

Se você acha que isso não dá certo, vamos então considerar um desafio. Siga esses passos abaixo por uns 6 meses (mas, você tem que ser sincero, ok). Depois, volte aqui e comente na matéria se você começou a enriquecer ou não. Que tal, bora lá? O desafio foi feito.

Todos os passos para guardar dinheiro

De fato, não há forma única de guardar dinheiro. Tem quem prefira fazer isso usando as tabelas prontas e economizando um pouco por dia, por semana, por mês. Há quem opte por cancelar alguns serviços. E tem quem queria fazer trabalhos extras nos finais de semana.

Então, não há forma única e nem a melhor. O que muda é o que você vai fazer com o dinheiro do mês. Nesse caso sim pode haver uma regra bem interessante para todo mundo. Inclusive, para você. E trouxemos aqui essa regra, que nada mais é do que uma dica de planejamento.

Sendo assim, você verá todos os passos para guardar dinheiro com base nessa estratégia, que é a mais usada no mundo todo. E, de fato, funciona mesmo. A ideia geral diz que você deve aprender a “administrar o seu salário” e é isso que vamos mostrar abaixo.

GASTOS FIXOS (50%)

A conta é simples, hein. Se você recebe R$ 1 mil de salário, você só deve destinar R$ 500 para os gastos fixos. E o que são esses gastos fixos? Contas essenciais para a sua sobrevivência e isso vai depender de pessoa para pessoa e de família para família.

No geral, os gastos essenciais são: de luz, de telefone, de água, de condomínio, parcela do carro, da casa, do supermercado. Ah, mas somente 50% para isso não dá. Se você pensar isso, então, considere que terá que se adaptar a isso.

Ou você pode começar a ganhar mais fazendo trabalhos extras ou você tem que diminuir as contas essenciais que você tem. E não adianta você querer burlar o desafio, ok? É 50% para gastos fixos e ponto final.

GASTOS VARIÁVEIS (30%)

Agora vamos falar dos gastos variáveis. Ele também leva uma boa parte do seu dinheiro embora. E aqui entram aqueles destinados ao lazer. Então, podem ser: com a academia, com passeios, com viagens, com alimentação fora de casa, entre outros.

Novamente lembrando: se você acha que 30% do salário não é suficiente para esse tipo de gasto, então, você tem que dar um jeito de ganhar mais ou de cortar esses gastos. Essa é a regra para o desafio dar certo. Com certeza, você está gastando mais do que deveria, né?

DÍVIDAS (20%)

Se você tem dívidas, saiba que deverá usar todo o restando do seu salário para pagar essas contas atrasadas. Independente se forem do banco, do cartão, da loja, do carro. Isso porque essas dívidas te deixam cada vez mais pobre.

Logo, não é apenas um dos passos para guardar dinheiro, como é um dos mais importantes. A ideia é que você termine de pagar logo esses débitos que você tem. Isso porque após acabar com as dívidas, você vai dar um próximo passo, que esse sim vai te levar para o sucesso.

No entanto, leve em conta que você tem mesmo que acabar com as dívidas e isso inclui até mesmo o financiamento do carro, viu. A gente não quer você devendo para ninguém, menos ainda para os bancos. Resumidamente, até aqui temos:

  • 50% para gastos essenciais,
  • 30% para gastos variáveis,
  • 20% para quitar as dívidas.

Passando dessa fase, vamos ao próximo e último passo.

INVESTIMENTOS (20%)

Se você acabou com as dívidas, fique sabendo que você tem aqueles 20% livres agora, correto? Então, é a hora de você dar aquela virada de chave na sua vida. Você vai pegar esse valor e investir. Ou seja, ao invés de pagar juros, você vai começar a receber juros.

Assim, isso fará toda a diferença na sua vida. Porque agora você se tornou um investidor e não um devedor. Olha que mudança radical. E para isso nem foi preciso muito, se não um bom planejamento financeiro das suas contas e do seu salário.

Será que dá para prever em quanto tempo o mercado financeiro vai se recuperar?

Aqui tem um campo aberto de opções. Mas, para quem está começando, a gente aconselha a dividir os investimentos em 2 – ao menos nesse momento. Sendo assim, uma ideia pode ser a de investir 10% para a reserva de emergência e 10% para a aposentadoria.

O passo final para enriquecer é investir cada vez mais

E você vai notar que quanto mais organizado for, mais você consegue tirar as porcentagens dos gastos fixos e variáveis para investir. Logo, para se ter uma ideia, os grandes investidores (pessoas ricas) investem cerca de 50% de todo salário. Será que você consegue? Esse poderá ser o nosso próximo desafio. E aí, vai encarar?