Papa transforma palácio do Vaticano em ‘hotel’ para desabrigados

ANÚNCIO

ANÚNCIO

O diretor do abrigo, Carlo Santoro, diz que a beleza do palácio está curando os moradores.

Papa transforma palácio do Vaticano em 'hotel' para desabrigados

Para acomodações de luxo em Roma, o Palazzo Migliori tem tudo.

O edifício de quatro andares tem 16 quartos, 13 banheiros e uma vista deslumbrante sobre a Praça de São Pedro no Vaticano.

Também é literalmente um palácio – com um nome que se traduz em “Palácio dos Melhores“.

E agora, graças ao Papa Francisco, o edifício do século XIX está sendo usado para alimentar e acolher os desabrigados.

“Provavelmente muitos, muitos olhos olharam para este lugar apenas para transformá-lo em um luxuoso hotel, um hotel muito caro.

Papa transforma palácio do Vaticano em 'hotel' para desabrigados

“O papa quer dar alguns sinais muito importantes, precisos e visíveis … para dizer que os pobres estão bem no centro da igreja”.

Beleza cura

Construído no início de 1800, o Palazzo Migliori era a sede de longa data da ordem religiosa Calasanziane, toda feminina, que usava o edifício para abrigar mães solteiras.

A ordem foi realocada no ano passado, e o palácio ficou vago enquanto passava por reformas.

“Os sem-teto não gostam de estar em salas muito grandes com um grande número de outros convidados. Então isso nos permitiu recuperar alguns deles que [de outra forma] não viriam”, disse ele.

Ele diz que o esplendor do edifício tem tido um efeito positivo na saúde mental das pessoas “, mas é claro que a beleza do palácio não é suficiente”.

Um lugar para ‘reiniciar’

É por isso que ele diz que a equipe do abrigo trabalha duro para criar um clima acolhedor e atender às necessidades individuais dos moradores.

Papa transforma palácio do Vaticano em 'hotel' para desabrigados

Eles também têm médicos à disposição que verificam regularmente os convidados.

“É muito difícil para eles serem visitados nos hospitais ou nos centros públicos de saúde”, afirmou Santoro. “Portanto, é importante que alguém cuide deles.”

Todas as noites, ele disse, todos os moradores se reúnem para compartilhar uma grande refeição. O cardápio de quarta-feira incluía almôndegas, sopas, frutas e vegetais.

Santoro diz que os funcionários estão adotando uma abordagem individual para trabalhar com os moradores, ajudando-os a obter o que precisam para recuperar seus próprios pés.

Vários já mostraram progresso ao encontrar empregos ou se mudar para suas próprias casas, disse ele.

“As pessoas sabem disso desde o começo que este lugar é … uma acomodação temporária”, afirmou Santoro.

Sabemos muito bem que este lugar pode ser um bom ponto de referência para pessoas totalmente sem raízes … e elas podem recomeçar daqui uma nova vida”.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: CBC