Minilua

Pai de Katy Perry diz que cantora é “filha do diabo”

Parece que Keith Hudson, pai de Katy Perry e pastor evangélico, não está gostando nada da carreira da filha, já que durante em sermão em Santa Fe Springs, Califórnia, ele se referiu a cantora como “filha do diabo”.

Hudson teria pedido aos fiéis que rezassem por sua filha, de acordo com informações do jornal britânico “The Sun”.

“As pessoas dizem, como eu posso pregar se produzi uma garota que canta sobre beijar outra garota?. Eu estava num show da Katy onde tinha cerca de 20 mil pessoas. Eu fiquei vendo essa geração, vendo como eles agem. Parecia até uma igreja. Eu fiquei lá e chorei, e continuei chorando e chorando. Eles estão amando e idolatrando a coisa errada”, disse Hudson.

Em 2012, Katy Perry disse em entrevista que conversava com o seu pai todos os dias e que “Deus ainda estava dentro dela”, porém admitiu que fazia alguns anos que não frequentava a igreja e que não tinha nenhuma religião definida.

O primeiro álbum de Katy Perry foi lançado em 2001, com nome Katy Hudson, no qual ela cantava música gospel.

Mary Hudson, a mãe de Katy Perry, também é pastora.

 

Adaptado do Folha