Os misteriosos unicórnios gerados pela natureza

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Este cervo de cauda branca de Massachusetts prova que realmente existem unicórnios – mas ele provavelmente não nasceu assim.

Os cervos machos da maioria das espécies geralmente soltam seus chifres todos os anos e depois cultivam um novo conjunto.

Os caçadores geralmente procuram o maior e mais impressionante rack. Desta vez, o caçador conseguiu um estranho.

cervicorn skull

O desenvolvimento dos chifres é um campo de estudo complicado, por isso é difícil saber ao certo o que causa uma anomalia como essa.

Luz natural, testosterona, dieta e idade afetam o tamanho dos chifres.

No entanto, às vezes mutações, lesões e distúrbios da testosterona podem atrapalhar seu processo normal de crescimento.

Um estudo de 2013 publicado na revista The Wildlife Society descobriu que muitos cervos de cauda branca têm chifres anormais por causa de ferimentos.

Um estudo de 1965 publicado no Journal of Experimental Zoology descobriu que vários tipos de trauma podem fazer com que um cervo tenha chifres atípicos, inclusive se a região do chifre for ferido antes que o chifre cresça.

Até mesmo lesões nas pernas podem resultar em chifres do lado oposto.

Gabriel Karns, ecologista da Vida Selvagem da Universidade Estadual de Ohio, que estudou ferimentos em cervos, diz que a cabeça do unicórnio provavelmente foi machucada de alguma forma.

Karns diz que cada vez que o cervo solta seu chifre, o chifre fica pior. “A configuração dos chifres provavelmente também passou do normal para o estranho e para o completamente estranho”, disse ele.

cervicorn skull

Sempre resistente, o cervo sobreviveu com um chifre central, um olho esquerdo danificado e um crânio rachado e irregular.

A sorte do unicórnio acabou quando ele conheceu Robert Galloway, caçando em Ipswich, Massachusetts, em 2000.

Galloway matou os dois cervos e os levou para casa em busca de carne.

O cervo provavelmente estava vivendo uma vida difícil.

Acredite ou não, com as condições certas, alguns animais podem ser unicórnios!

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys