Os maiores mistérios da humanidade #118

No ultimo post da série, mostramos algumas curiosidades sobre o nosso universo. Hoje, Minilua traz um mistério enigmático de 1971.
Confira!

No dia anterior ao Dia de Ação de Graças de 1971, um homem magro, de terno escuro, carregando uma maleta, embarcou em um Boeing 727 em Portland, Oregon. Sentou-se no banco, acendeu um cigarro e pediu uma bebida. O avião estava indo para Seattle, que fica a 30 minutos de voo. Mas longe de ser um voo regular, a viagem foi o início de um dos mistérios mais enigmáticos da história americana. O homem bem vestido que embarcou no avião em Portland comprou um bilhete só de ida usando o nome Dan Cooper.

O homem que a imprensa chamou de “DB” Cooper entraria para a história como a única pessoa a seqüestrar um avião e escapar da justiça. Na verdade, não há muito o que fazer quando se trata do misterioso Cooper. Ele nunca foi identificado, e ninguém sabe o que aconteceu com ele depois daquele fatídico dia de 24 de novembro de 1971. Embora o FBI tenha recentemente fechado a investigação depois de mais de 40 anos, o mistério permanece sem solução.

Era um dia frio de novembro, quando um homem que se chamava Dan Cooper embarcou no voo 305 para Seattle. Cooper se comportou como qualquer outro passageiro. Ele era bonito, bem vestido, fumava um cigarro. e pediu um bourbon e um refrigerante.

O avião, um Boeing 727-100, ficaria no ar por cerca de 30 minutos antes de fazer o pouso programado.

Logo após a decolagem, o homem passou uma nota para um dos comissários de bordo, dizendo que ele tinha uma bomba em sua pasta. (O texto exato da nota é desconhecido, pois Cooper mais tarde o recuperou.)

Os comissários de bordo e membros da tripulação (foto acima) que falaram com Cooper o descreveram como tranquilo, confiante e cortês.

Em um tom educado e amigável, Cooper exigiu US $ 200.000 e vários pára-quedas. Ele ordenou que o avião pousasse no aeroporto de Seattle, onde o avião se reabasteceria enquanto o dinheiro e os pára-quedas fossem trazidos para ele.

Enquanto o avião estava no solo em Seattle, Cooper pediu que fosse taxiado para uma área isolada e que a iluminação dentro da cabine fosse desligada, a fim de obstruir qualquer atirador. Cooper libertou os passageiros e alguns membros da tripulação, e as autoridades entregaram o dinheiro e os pára-quedas. Cooper então ordenou que o avião voltasse para o ar com a porta traseira aberta e a escada estendida.

Pouco antes de o avião passar sobre Washington-Oregon, Cooper fechou toda a tripulação no cockpit. Sozinho na cabine da aeronave, Cooper desceu as escadas na parte de trás do avião e saltou para a noite escura.

A tripulação conseguiu pousar com segurança e nenhum ferimento foi relatado durante o seqüestro. Mas onde Cooper foi? Este ainda é um palpite sem respostas. Ele nunca se fez conhecido e ninguém nunca descobriu. Ele literalmente desapareceu sem deixar vestígios.

Mas algumas pistas surgiram ao longo dos anos. No outono de 1978, foi encontrado um manual que explica como abrir as escadas do passageiro traseiro de um Boeing 727. Mais tarde, o livro foi mostrado como tendo vindo do avião que Cooper sequestrou. Em 1981, um menino de 8 anos encontrou alguns pacotes de dinheiro de resgate no Rio Columbia que foram empilhados na mesma ordem em que foram dados a Cooper.

Mais de 1.000 suspeitos foram interrogados ao longo dos anos até que o FBI encerrou o caso não resolvido em julho de 2016. A teoria oficial é que Cooper morreu durante um salto de pára-quedas.

Muitas pessoas acreditam que o caso foi resolvido em meados dos anos 90, quando um homem chamado Duane Weber disse a sua esposa que ele era realmente o misterioso sequestrador Dan Cooper. Era improvável que Cooper divulgasse sua identidade depois de todos esses anos, mas quando o FBI olhou para Duane Weber e o comparou com a identidade de DB Cooper, eles tiveram um nó na garganta. Duane e Cooper eram muito semelhantes.

O FBI pensou que talvez tivessem apanhado o homem deles, pois havia muito na sua história que parecia verdadeira. Mas com a ajuda do DNA, eles provaram mais tarde que Duane Weber não era o DB Cooper.

Teorias sobre o que realmente aconteceu com o “Robin Hood” do céu são muitas. Mas um fato permanece: “DB” Cooper nunca foi visto desde 1971.

O que você acha que aconteceu com o misterioso Dan “DB” Cooper? Não se esqueça de compartilhar esta história fascinante com seus amigos!