Você conhece a origem do aperto de mãos?

A arte de um bom aperto de mãos é uma das tradições mais importantes a serem transmitidas de geração à geração. Para dominar essa técnica, você tem que saber a duração exata, a força de aperto necessária para finalizar (que não pode ser tão forte a ponto de quebrar a mão da pessoa) e, além de tudo, JAMAIS você tem que fazer contato visual.

Mas alguém aí sabe por que DIABOS apertamos mãos?

O aperto de mãos tão frequente na humanidade acabou perdendo seu significado social. Em algumas comunidades, é um ato de respeito. Em outras, é evitado por medo de transmitir germes.

Trouxemos alguns outros fatos sobre essa cultura mística que permeia as comunidades.




1. A aderência em hieróglifos

Apretón de manos egipto

No Antigo Egito pode-se ver hieróglifos que mostram apertos de mãos. Isso significava um acordo entre os humanos e deuses. Porém, na Babilônia, era um sinal de submissão aos deus Marduk. Porém, depois de ser conquistada pelo Império Assírio, o gesto foi adotado por todo Oriente Médio.




2. Como sinal de paz

saludo de mano edad media

Nos primeiros anos da civilização grega, o aperto de mãos se apresentou como um sinal de respeito, além de assegurar que a outra pessoa não teria nenhuma arma. Ou seja, que vinha em paz. Esta tradição prevaleceu na Idade Média com as mesmas conotações.




3. Sinal de respeito

Saludos de mano

Conforme o passar dos anos e eras, o cumprimento se definiu socialmente como um sinal de respeito entre homens. Na Grã-Bretanha do século XIX, era considerada uma formalidade masculina. Tinha conotação completamente diferente se fosse feito com alguém do sexo oposto, já que, naqueles tempos, não era socialmente permitido tocar em uma mulher que não fosse sua esposa.




4. A popularização do cumprimento

Saludos de mano nixon elvis

Com a chegada do século XX, o aperto de mãos acabou popularizando nas classes médias, onde significava um sinal de cortesia (ainda entre homens). Porém, entre pessoas de diferentes classes sociais, ainda eram utilizadas reverências que demonstrava “reconhecimento aos superiores”




5. Fechando negócios no Texas

“Eu insisto”

Você provavelmente se lembra da clássica cena de Django Livre, onde Leonardo DiCaprio exige um aperto de mãos para concretizar o trato de venda de escravos. Aparentemente, esta formalidade é considerada essencial em alguns estados dos Estados Unidos, onde um contrato verbal, acompanhado de um aperto de mãos, tem o mesmo valor de um documento assinado.




6. A informalização do aperto de mãos

Depois de virar um sinal de respeito, o aperto de mão acabou sendo substituído por outros tipos de cumprimentos pela comunidade jovem. Acabaram optando por eliminar a formalidade do aperto de mãos, escolhendo algo com menor contato físico. O “fist bump” (aquela batidinha de socos, sabe?) é o cumprimento favorito dos jovens. Quase 49% (incluindo Obama), preferem. Junto deste tipo de cumprimento, podemos mencionar outras formas mais informais. Quem aí não teve um aperto de mão secreto com seu melhor amigo na infância?




7. O temido aperto de mãos de Trump

apretón trump trudeau

Hoje, mais que nada, o aperto de mãos é um tema diário. Especificamente um: aquele proporcionado pelo presidente Estadunidense. Existem até estudos científicos que abordam o aperto de mãos de Donald Trump. Aparentemente, sua forma de apertar a mão e o jeito de seu braço, tentam fornecer a ele mesmo um suposto sinal de controle. Todos os políticos do mundo temem o encontro com um dos líderes mais polêmicos do planeta.

Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo
<-- /home/minilua/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/origem-do-aperto-de-maos/index.html //-->