Minilua

De onde vem o ouro do mundo?

Se não fossem as estrelas explodindo por aí, nós não existiríamos. Mas para nossa sorte, elas produzem os elementos mais pesados necessários para a vida, só que existem elementos ainda mais pesados, que elas não são capazes de criar, como o ouro. E de onde será que eles surgem?

Grandes explosões

Para funcionar, as estrelas fundem átomos de materiais leves em seu núcleo, gerando energia com os resíduos que sobram dessa fusão. Só que com o passar do tempo, o material mais leve é todo gasto e ela começa a fundir coisas mais pesadas, ficando cada vez maior e mais quente.

Isso ocorre até o momento onde sua gravidade é tanta que a estrela colapsa. E o resultado só pode dar em um buraco negro ou em uma estrela de nêutrons.

Estrela de nêutrons

Estrelas de nêutrons são coisas estranhas, feias e poderosas. Elas são o que restou do núcleo de grandes estrelas com algumas vezes o tamanho do Sol. Sua densidade é tão grande que apenas um punhado de seu material pesaria milhões e milhões de toneladas.

A gravidade existente nelas é tão poderosa que os prótons e elétrons simplesmente se fundem e criam os nêutrons, que dão nome a essas estrelas.

O surgimento do ouro

Antes os cientistas acreditavam que os elementos mais pesados vinham de supernovas, mas essa teoria não era das melhores. Agora eles conseguiram ver, pela primeira vez, o choque entre duas estrelas de nêutrons e podem ter descoberto a origem dos elementos pesados.

Muitas estrelas vivem em sistemas binários, onde elas giram uma em torno da outra. E quando eles terminam sua vida e viram estrelas de nêutrons, seu destino está selado: Elas vão colidir.

Com a ajuda de poderosos telescópios, os cientistas conseguiram ver esse acidente cósmico acontecendo e notaram que os raios gama que vieram de lá, tinham de ser feito onde haviam metais pesados.

Assim, pela primeira vez na história, a humanidade conseguiu descobrir de onde vem seu ouro e muitos outros elementos que são necessários para a vida. E provavelmente uma pequena parte de você um dia esteve dentro de uma dessas estrelas de nêutrons e sem elas explodindo em um passado distante, você se quer existiria.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/