Minilua

O lado negro de Zelda #2

O que você lerá a seguir é uma creepypasta, ou seja, lendas modernas difundidas pela internet, por fóruns, e-mails e redes sociais. Normalmente podem ser fictícias, sem provas ou fontes confiáveis, ficando assim apenas como um conto de terror, mas… e se forem reais?

Semana passada começamos a falar do famoso caso de The Legend Of Zelda: Majora’s Mask. Fique agora com a segunda parte:

Para ampliarmos a sensação de suspense inserimos uma trilha para ser tocada acompanhado a leitura. (Não sejam covardes)

 Theme

 

Eu vou postar o que aconteceu e colocar o link do vídeo, mas na noite passada tudo foi muito real pra mim. Acho melhor eu parar de ficar mexendo com isso. Eu desmaiei quase imediatamente após fazer aquele segmento. Porem na noite passada, eu tive um sonho com aquela estatua. Eu sonhei que ela estava me seguindo pelo sonho todo. Eu estava lá numa boa, quando eu sentia os pelos do meu pescoço se arrepiarem. Eu virava e me deparava com aquela coisa… Aquela horrível estatua sem vida ficava me encarando com aqueles seus olhos vazios, diretamente pra mim, somente a alguns centímetros de distancia. No meu sonho, eu me lembro de chamá-la de Ben, e eu nunca tive um sonho assim, em que eu pude sonhá-lo tão vividamente. Mais pelo menos eu consegui dormir um pouco, eu acho.

Hoje, logo após desligar o jogo depois de jogá-lo o mais longe que consegui, eu dirigi de volta até aquela vizinhança para ver se o homem já tinha voltado. Como eu já esperava, o carro ainda estava desaparecido e ninguém estava lá. Enquanto eu caminhava de volta para o meu carro, o homem que estava na casa ao lado cortando a grama desligou o cortador e me perguntou se eu estava procurando alguém. Eu disse para ele que estava procurando o homem velho que morava lá, e ele me respondeu o que eu já sabia – ele estava de mudança. Tentando obter mais alguma informação, perguntei se o homem tinha alguma família ou parentes com quem eu poderia conversar. Descobri que este homem nunca foi casado, e nem tinha filhos ou netos por adoção. Começando a ficar preocupado, eu fiz uma ultima pergunta, uma que eu já deveria ter perguntado desde o começo – quem era Ben? A expressão do homem se fechou completamente e então ele me disse que, a quatro casas em direção ao norte, mais ou menos 8 anos atrás no dia 23 de Abril – ele também me disse que sabia da data especifica porque aquela data também era o dia de seu aniversario – aconteceu um terrível acidente na vizinhança com um garoto chamado Ben, pouco depois que seus pais se mudaram para lá. Apesar de tentar obter mais informações sobre o caso, o homem não divulgou mais nada além disso.

Eu voltei para casa e comecei a jogar novamente. Liguei o jogo e imediatamente tomei um puta susto na tela de titulo, quando a mascara aparece – o barulho que o jogo fez não foi aquele “whoosh” normal de sempre, mas algo com uma freqüência muito mais alta. Eu apertei Start, já me preparando para o pior, mas assim como à 2 noites atrás, os Save Files “Your Turn” e “BEN” foram mostrados.Eu abrir o File de “BEN”, hesitando por um momento quando notei que as estatísticas de jogo não eram as mesmas das de 2 dias atrás. Parecia que ele já tinha zerado a Stone Tower Temple desta vez… Juntando toda a minha coragem, eu o selecionei.

Imediatamente eu fui transportado para o meio do caos completo. Eu já estava do lado de fora da Stone Tower Temple, porem foi isso mesmo que eu já esperava. A zona não era chamada exatamente de Stone Tower Temple, e sim de “St o n e”, e imediatamente quando apareci, uma caixa de dialogo com um monte de palavras sem nexo que eu não entendia, apareceu. O corpo do Link estava distorcido – suas costas estavam violentamente quebradas para o lado de seu corpo. Sua expressão era vazia, quase monótona, era uma expressão que eu nunca tinha visto antes. Era um olhar completamente vazio – como se ele estivesse morto. Enquanto ele ficava lá parado, seu corpo se mexendo irregularmente, eu notei que eu também tinha um item do botão C, que eu nunca tinha visto antes, um tipo de nota, porem apertando o botão, nada acontecia. Vários sons tocavam aleatoriamente, sons que eu não reconhecia do jogo – quase demoníacos de natureza, e também havia um som de muita alta freqüência tocando no fundo, um tipo de risada ou algo assim. Eu tive pouco mais de 2 minutos para explorar o ambiente, antes daquela porra de estatua do voltar a aparecer pra cima de mim, e imediatamente depois disso, o cenário mudou para aquela tela branca com o titulo “Dawn of a New Day”, exceto que desta vez, não tinha aquele subtexto “||||||” logo abaixo.

Eu era um Deku Scrub na Clock Town – esta próxima cena normalmente acontecia na primeira vez que você chega lá. Tatl diria “Wh-What Just happened? It’s as if everything has… (O-O que aconteceu? É como se tudo tivesse…)” mas ao invés de normalmente terminar a frase dizendo “Started over (Recomeçado)”, ela terminou por ai, com o texto incompleto, enquanto a risada do Happy Mask Salesman se repetia no fundo. Eu fui trazido de volta ao controle do meu personagem, porem de um ângulo de câmera todo fudido – Eu estava olhando por detrás da porta da Clock Tower, observando o meu personagem correr em volta como um Deku Scrub. Vendo como eu realmente não podia ir à lugar nenhum porque não conseguia ver merda nenhuma, eu entrei, contra o meu próprio gosto, na porta. Lá dentro, eu fui saudado pelo Happy Mask Salesman, que simplesmente me disse “You’ve met with a terrible fate, haven’t you?”, antes da tela ficar toda branca.

Eu reapareci em Termina, como um humano novamente. Eu poderia muito bem não estar jogando mais o mesmo jogo – eu estava sendo tele transportado por todos os lados e não tinha mais sinal de um relógio, nem botões, nem nada. O HUD tinha sumido completamente. Parei por um momento para recuperar o meu fôlego enquanto olhava em volta no campo, e imediatamente eu percebi que aquilo não era normal. Não tinha nenhum inimigo por perto, e uma versão macabra do tema do Happy Mask Salesman estava tocando no fundo. Decidi correr em direção à Woodfall, quando notei 3 figuras misteriosas lá pro fundo – uma delas sendo a Epona. Enquanto em me aproximava delas, para o meu horror, me deparei com o Happy Mask Salesman, o Skull Kid e a estatua, só parados ali. Primeiramente eu achei que eles só estivessem bugados, mas agora eu acho que deveria ter pensado melhor naquela hora. De qualquer maneira, eu me aproximei deles cuidadosamente e notei que o Skull Kid estava tendo uma animação meio que em loop, e o mesmo com a Epona. A estatua estava lá fazendo o que sempre fez desde o começo – somente parada lá com um olhar horripilante. Foi o Happy Mask Salesman que me assustou profundamente, bem mais do que os outros 2.

Ele também estava horripilante, com aquele sorriso de merda no meio da cara, mas onde quer que eu me movia, sua cabeça lentamente virava e me seguia. Eu não tinha tido nenhum dialogo e nem entrado em combate com ele, porem mesmo assim sua cabeça lentamente seguia todos os meus movimentos. Lembrando do meu primeiro encontro com Skull Kid no topo da Clock Tower, eu equipei a minha Ocarina e tentei tocar uma musica que eu ainda não tinha tocado – o próprio tema do Happy Mask Salesman e a mesma musica que estava tocando em um intenso loop, de volta no Dia 4 – a Song of Healing.

Eu terminei de tocar a musica e quando o fiz, um barulho de estourar os tímpanos saiu de minha TV, e então o céu começou a dar vários flashes muito rápidos, enquanto a musica macabra do Happy Mask Salesman acelerava cada vez mais, intensificando o medo dentro de mim. Então Link explodiu em chamas e morreu. As 2 figuras ficaram “destacadas” durante a minha cena de morte, enquanto elas observavam o meu cadáver se queimar. Eu não consigo descrever aqui como foi súbita a transição do medo para o terror. Você terá que ver o vídeo mesmo se quiser realmente saber o medo que eu senti. Foi o mesmo medo que me deixou com aquela insônia à 2 dias atrás, e ele estava começando a se proliferar novamente, enquanto eu era saudado pelo texto “You’ve met with a terrible fate, haven’t you?” pela terceira vez. Tinha alguma coisa suspeita por trás daquele texto.

Eu tive pouco tempo para refletir sobre o que havia acontecido, já que imediatamente aparecia outra pequena cut-scene do Link se transformando em um Zora, e então eu reapareci em Great Bay Temple. Hesitante, mas curioso para ver o que o jogo reservava para mim, eu lentamente fui em direção à praia, onde encontrei Epona. Eu me perguntava por que diabos o jogo tinha colocá-la ali. Será que o jogo estava tentando me dizer que ela estava querendo beber alguma coisa? Incapaz de tirar a máscara, eu decidi que montar o cavalo não fora o a razão pela qual ela foi colocada lá.

De repente eu percebi que a Epona ficava relinchando, e a maneira e o ângulo como ela fora colocada fez parecer como se ela estava apontando alguma coisa em direção ao mar. Foi só um palpite, mas mesmo assim, eu mergulhei em Great Bay e comecei a nadar. De repente, eu encontrei alguma coisa no fundo do oceano que eu quase não vi de primeira; uma ultima estatua. Desci para examiná-la e de repente, meu Zora começou a fazer uma animação de asfixia eu nunca havia visto um Zora fazer antes – o que nem sequer faz sentido, já que o Zora pode respirar sem problemas embaixo da água. Independentemente disso, meu personagem foi se afogando até morrer, e novamente a estátua era a única coisa que se destacava em minha tela de morte. Eu não reapareci desta vez; ao invés disso, eu fui levado de volta para o menu principal, como se eu tivesse reiniciado o console.

A tela de “Press Start” apareceu, e eu já sabia que a única razão que o jogo me colocara ali era porque os arquivos haviam mudado novamente. Respirando fundo, eu apertei Start, e aparentemente eu estava certo. Os novos arquivos me falaram um pouco mais sobre Ben. Agora fazia sentido o porque da estátua ter aparecido quando eu tentei ir para Laundry Pool – o jogo deve ter antecipado como eu teria tentado escapar do Dia 4 da Clock Town. Os dois arquivos salvos me disseram sobre o seu destino. Como eu suspeitava, Ben estava morto. Ele havia se afogado, já que o nome do outro arquivo era DROWNED. O jogo, obviamente, não estava satisfeito comigo – ele me provocava com os novos arquivos salvos, ele quer que eu continue jogando, ele quer que eu vá ainda mais longe, mas eu já estou cheio dessa merda. Eu não vou mais tocar nestes arquivos. Isto é horrível demais para mim e eu nem sequer acredito no paranormal, mas agora eu estou ficando sem explicações. Por que alguém me enviaria esta mensagem? Eu não entendo, mas fico muito deprimido pensando nisso. A gravação está logo abaixo para aqueles que quiserem vê-la e tentar analisá-la (talvez haja algum tipo de mensagem codificada naquelas vozes sem significado ou algo simbólico no meio de tudo isso – No momento eu estou muito esgotado emocional e mentalmente para mexer ainda mais com essas merdas).

 

 

Eu sei que ainda é muito cedo; fiquei acordado a noite toda, não consigo dormir, e eu não me importo sobre as pessoas verem isso, pois eu só quero a palavra espalhar a palavra, para não sofrer a toa. Perdi toda a minha vontade para escrever sobre isso. Quanto menos eu me debruçar sobre isso, melhor. Eu acho que o vídeo fala por si só. Eu fiz o que vocês me disseram para fazer: toquei a musica Elegy of Emptiness no primeiro pedido do jogo, mas eu acho que isso é apenas o que o jogo ou o Ben (Jesus Cristo, eu não posso acreditar que eu estou mesmo pensando na idéia absurda de que ele existe dentro do jogo) queria que eu fizesse. Ele está me seguindo agora, não apenas no jogo. Ele está nos meus sonhos. Eu o vejo o tempo todo, nas minhas costas, apenas me observando. Eu não tenho ido para nenhuma das minhas aulas. Fiquei no meu quarto com as janelas e as cortinas fechadas – desta maneira, pelo menos, eu sei que ele não pode me observar. Mas ele ainda me acha quando eu jogo. Quando jogo, ele ainda pode me ver. O jogo está me assustando agora. Ele conversou comigo pela primeira vez – e não apenas usando os textos que já estão no jogo – ele falou comigo. Falou comigo. Ele referenciou o Ben. Eu não sei o que significa. Eu não sei o que quer. Nunca quis isso, só quero minha vida de volta.

Coisas como estas não acontecem com pessoas como eu. Eu sou apenas uma criança, nem mesmo tenho idade suficiente para beber ainda. Não é justo, eu quero ir para casa, quero ver meus pais de novo, eu estou tão longe de casa aqui neste colégio… Só quero abraçar minha mãe outra vez. Só quero esquecer o rosto horrível e sem vida daquela estátua. Meu arquivo antigo do jogo estava de volta – do jeito que eu havia deixado-o antes dele ter sido deletado. Eu não quero mais jogar. Sinto que algo ruim vai acontecer se eu parar, mas isso é impossível! É apenas um jogo – assombrado ou não, não pode me machucar, não é? Sério mesmo, ele NÃO pode, não é? Isso é o que eu continuo dizendo a mim mesmo, mas cada vez que eu penso sobre isso, eu não tenho tanta certeza assim.

 

 

Primeiramente, deixe-me apenas esclarecer as coisas – eu sei que vocês estão preocupados, mas “Jadusable” está bem. Ele acabou de se mudar hoje e disse que vai voltar para casa, e que ia dar um tempo durante este semestre. Eu não sei realmente o que aconteceu, tenho apenas uma vaga idéia, mas vocês provavelmente sabem mais do que eu. Sou o colega de quarto do “Jadusable” e, obviamente, eu sabia que havia algo errado com ele nesses últimos dias. Ele ficava trancado em seu quarto o tempo todo, literalmente perdeu o contato com todos os seus amigos, e eu tenho certeza que ele não havia comido quase nada. Após o segundo dia eu não conseguia ficar mais lá, então fiquei morando na casa de um amigo durante um tempo, vindo ao meu quarto somente para pegar as coisas que eu realmente precisava. Eu tentei falar com ele várias vezes, mas ou ele cortava minhas perguntas, ou mantinha a conversa breve quando perguntava a ele sobre seu comportamento estranho, como se estivesse convencido de que algo estivesse perseguindo-o. Ontem, quando fui até lá para pegar o meu livro de filosofia, ele se aproximou de mim, com uma aparência realmente horrível e cansada, e me entregou um Pen Drive e me deu instruções específicas. Ele disse que precisava de mim para fazer um último favor para ele – e então finalmente me explicou o que vinha acontecendo, me deu sua senha e suas informações de sua conta do Youtube, e então me deu instruções sobre como enviar os vídeos, especificamente para que vocês todos possam vê-los. Aparentemente, ele disse que vocês estiveram ajudando-o durante todo o tempo e que mereciam ver o final de tudo.

Ele me disse que estava indo embora daqui, que eles o atraíram para jogá-lo novamente ao invés de tentar mudar as coisas, e que ele não deveria ter feito aquilo, e pediu que eu colocasse seus vídeos no Youtube e informasse para as pessoas o que havia acontecido o mais rápido possível. Eu disse que ele poderia fazer isso sozinho, e então ele me olhou um olhar muito selvagem e macabro, e me disse que NUNCA MAIS iria olhar para aquele jogo novamente, e essa foi a última coisa que me disse… Ele nem ao menos disse adeus quando seus pais vieram buscá-lo. Eu estava esperando que pelo menos tivesse a chance de conhecer seus pais quando eles o vieram buscá-lo, mas eles entraram e saíram tão rápido que eu nem tive a chance de vê-los.

Eu honestamente não posso dizer o que aconteceu, porque quando ele me falou, estava meio difícil de entendê-lo, sem contar que a sua aparência completamente fudida me distraiu. No seu Pen Drive, havia a filmagem do jogo na noite passada, um documento de texto com seu nome e senha para sua conta do Youtube, e um terceiro documento chamado TheTruth.txt, contendo o que ele me disse que eram “suas notas”, que ele tinha feito durante todos esses dias. Ele também me disse que se eu seguisse exatamente suas instruções, isso significaria tudo para ele. Normalmente, eu não seria tão “especifico” assim para algum pedido envolvendo a porra de um simples jogo de vídeo game, mas a maneira como ele disse aquilo e o jeito como ele olhou, me fizeram sentir que aquilo era realmente muito sério.

Eu estava com este vídeo desde ontem, mas tive que pedir ajuda à alguém para usar o Pinnacle, pois isso não é realmente o meu forte. Depois de assisti-lo, eu olhei todos os outros vídeos anteriores na sua conta Youtube para descobrir o que diabos estava acontecendo, e mesmo assim, eu realmente ainda estou muito confuso. O vídeo que eu estou postando hoje à noite, TheTruth.txt, será lançado em 15 de setembro, assim como ele havia me pedido. Realmente não sei por que ele quer esperar que suas notas sejam publicadas, mas depois do que ele passou, vou honrar esse pedido. Eu nem ao menos ousei dar uma olhada no vídeo ainda, então a primeira vez que eu o verei, será a primeira vez que vocês vão vê-lo também, em respeito ao meu amigo. Para responder às suas perguntas, não, eu ainda não tentei ligar para ele. Acho que vou dar-lhe uma ligada amanhã para ver se ele está bem. Ele já deve estar em casa, nessa hora.

Sobre o vídeo: Neste vídeo eu cortei direto para a parte em que ele carrega o arquivo “BEN” no jogo. Dando mais uma olhada, percebi que Jadusable havia deixado a tela de seleção de arquivos salvos, porque às vezes apareciam nomes diferentes, então me desculpem por isso, mas tudo o que tinha lá anteriormente era a mesma coisa do final do seu último vídeo (Link e BEN), nada de diferente. Eu não estava lá quando ele jogou-o, mas me parecia que no início ele estava simplesmente testando seus equipamentos e vendo os itens que tinha, ou algo assim, porque aparentemente eles mudaram aleatoriamente antes. Ele realmente queria que vocês vissem isso. Depois disso tudo, porem, acho que o jogo ficara muito pessoal para ele.

 

 

Continua…

 

Semana que vem a conclusão! Compartilhe com seus amigos no Twitter e Facebook!

 

 

<-- /home/edenilson/web/minilua.com/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/o-lado-negro-de-zelda-2/amp/index.html //-->