O inventor do telegrafo, Samuel Morse se inspirou na morte de sua esposa

ANÚNCIO
ANÚNCIO

SAMUEL MORSE

Nascido em 1791, Samuel Morse, o homem que inventou o telégrafo e lançou a revolução da comunicação, era originalmente um artista. Sua vez na eletrônica veio somente após a trágica morte de sua esposa.

Inspirado por sua educação calvinista, Sam Morse combinou seu treinamento clássico em arte renascentista na Royal Academy com uma experiência americana religiosa única para criar peças políticas e espirituais.

Samuel Morse painting

Morse se tornou um artista tão popular que ele foi contratado para fazer retratos dos presidentes John Adamas e James Monroe, junto com o magnata da tecnologia Eli Whitney.

TRAGÉDIA E VOLTA À CIÊNCIA

Enquanto trabalhava em um retrato em Washington DC, a esposa de Morse ficou doente. Antes que a notícia chegasse, seu amado morreu e foi enterrado.

Morse ficou tão perturbado com a tragédia que passou o resto da vida trabalhando em uma maneira de as pessoas se comunicarem instantaneamente.

Dying Hercules by Samuel Morse

Em parceria com Charles Thomas Jackson, especialista em eletromagnetismo, Morse desenvolveu o conceito de um telégrafo de fio único.

Este dispositivo usou uma série de tons liga / desliga para transportar mensagens codificadas por longas distâncias.

Para traduzir essas mensagens, ele também inventou o Código Morse, que traduzia os pulsos elétricos em letras.

“O que Deus operou?” -o primeiro telegrama, Samuel Morse

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys