O homem que deu lar a três gatos acabou com 120 gatos em um apartamento minúsculo de 30 metros quadrados

ANÚNCIO

Um abrigo de animais está procurando novos lares para 120 gatos que foram encontrados vivendo em um apartamento minúsculo e apertado depois que seu dono foi despejado.

O proprietário, que foi descrito como um ‘jovem’, alega ter acolhido apenas três gatos, mas como eles não foram castrados, passaram a se reproduzir dentro de sua antiga casa, que media apenas 100 metros quadrados.

ANÚNCIO

Depois que ele foi expulso de sua casa, o SPAMA Safor, um abrigo de animais em Valência, foi chamado para resgatar os gatos abandonados pelas autoridades.

Número de gatos foi maior que o esperado

No entanto, após serem informados que havia 96 gatos, eles ficaram chocados ao descobrir que o número verdadeiro era ainda maior.

Em um post no Facebook, o abrigo disse que os gatos nunca viram a luz do dia, nunca tiveram nenhum cuidado veterinário e estavam com medo, mas não com fome.

ANÚNCIO

O abrigo está agora em processo de vacinação e castração de todos os gatos para que possam ser realojados.

Salvadora Tormas, que trabalha com o abrigo, disse à AFP: “Parece que o dono acolheu um casal de gatos há três anos e eles têm procriado desde então.”

“É um desastre. Alguém deveria ter ajudado esse cara.”

O homem que deu lar a três gatos acabou com 120 gatos em um apartamento minúsculo de 30 metros quadrados
Foto: (reprodução/internet)

Abrigo não tem espaço para todos os gatos

O abrigo não tem espaço suficiente para todos os gatos, pois tem outros 200, por isso é atraente para cuidadores ou adotantes permanentes.

No Reino Unido, surgiram temores de que milhares de gatinhos extras pudessem nascer devido ao bloqueio, já que menos veterinários estão realizando procedimentos de esterilização.

O homem que deu lar a três gatos acabou com 120 gatos em um apartamento minúsculo de 30 metros quadrados
Foto: (reprodução/internet)

Um homem de Harrow se viu com uma casa cheia de 17 gatos durante o confinamento depois que sua gata não castrada ficou grávida.

Veja também: Coronavírus: medicamento para gatos ‘pode proteger humanos da Covid-19’, afirmam os cientistas

A situação cresceu rapidamente, com várias ninhadas nascendo ao mesmo tempo.

Os gatinhos foram levados para os cuidados da Cats Protection e eventualmente serão realocados.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror

ANÚNCIO