O bizarro festival de salto de bebês

ANÚNCIO
ANÚNCIO

POR QUE BATIZAR QUANDO VOCÊ PODE VOAR?

Existem muitos festivais e costumes estranhos ao redor do mundo. Alguns deles são assustadores, outros são um pouco tolos e engraçados, e um número surpreendente deles envolve bebês.

O festival espanhol de El Colacho combina todos os três elementos para um evento que é estranho.

baby jumping festival

Na maioria das igrejas católicas, um bebê é batizado logo após o nascimento. Os pais levam o recém-nascido ao padre, trazem alguns amigos e um pouco de água benta é borrifada na testa da criança.

Sem confusão, sem barulho, talvez algumas lágrimas, mas certamente nenhum dano é feito. Isso visa purificar o bebê do pecado original do homem e permitir-lhe um novo começo na vida.

O bizarro festival de salto de bebês

No entanto, na cidade predominantemente católica de Castillo de Murcia, os moradores têm uma maneira diferente de limpar a lousa. Uma vez por ano, durante o festival católico de Corpus Christi, alguns dos homens adultos da cidade se vestem como demônios e realizam seu próprio tipo de limpeza.

Os homens se vestem com roupas amarelas e costumam usar máscaras do diabo. Eles começam vagando pela multidão reunida e atingindo algumas pessoas com chicotes.

Com a multidão adequadamente animada, a seguir vem a parte do festival que vê os pecados dos bebês eliminados. Todas as crianças nascidas no último ano são colocadas em travesseiros e lençóis no meio de uma rua movimentada.

Os homens fantasiados de diabo passam a correr e pular sobre os bebês. Enquanto o diabo limpa o ar sobre os bebês propensos, todos os seus pecados vão com ele, e eles estão seguros para começar uma nova vida.

O bizarro festival de salto de bebês

O festival acontece desde os anos 1600. Durante todo esse tempo, nenhuma morte ou ferimento foi relatado. Embora possa parecer que há uma preocupação significativa de alguém escorregar ou perder o salto, essa preocupação parece estar fora de lugar.

Por seu turno, o Vaticano tentou pôr fim ao festival e fazer com que a cidade espanhola se distanciasse de tais práticas. Mas suas tentativas parecem estar na veia, pois nada mudou nos últimos 400 anos.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys