Número de infecções sexualmente transmissíveis explodiu em partes da Austrália

ANÚNCIO

Milhões de australianos acataram os avisos sobre a pandemia de coronavírus e isolaram em suas casas.

Fomos alertados sobre os perigos de ter contato desnecessário com pessoas fora de sua casa imediata. Isso significava nada de sexo, conexões, beijos, nada com pessoas aleatórias.

ANÚNCIO

No entanto, dados recentes descobriram que essas medidas não impediram as pessoas de espalhar infecções sexualmente transmissíveis.

Número de infecções sexualmente transmissíveis explodiu em partes da Austrália

O Hospital e Serviço de Saúde Mackay cuida das pessoas em Queensland, de Mackay aos Whitsundays e também em comunidades remotas como Clermont, Dysart e Middlemount.

ANÚNCIO

O serviço registrou cerca de 350 casos de clamídia, 90 casos de gonorréia e oito casos de sífilis na região de janeiro a 31 de maio deste ano.

Não se sabe quando os casos ocorreram, por isso não está claro se essas infecções ocorreram durante o bloqueio.

O Daily Mercury informa que os números da gonorréia no primeiro semestre do ano são oito vezes maiores que a média dos cinco anos. As taxas de sífilis foram o dobro em comparação com a média e houve quase 50 casos a mais de clamídia.

A enfermeira do serviço de saúde sexual e agressão sexual Mackay, Donna Pini, disse ao Mercury: “A razão para o aumento ainda permanece incerta. [Mas], ainda é muito cedo para dizer qual a influência das restrições do coronavírus sobre essas tendências, que começaram muito antes. a pandemia.

“É importante que qualquer pessoa sexualmente ativa faça o teste de DSTs, especialmente se você teve um novo parceiro casual ou uma mudança recente.”

Somente no ano passado, houve 849 casos de clamídia, 170 casos de gonorréia e 11 casos de sífilis na região.

Mas não é apenas Queensland que viu um aumento nas ISTs recentemente.

Os aplicativos de namoro foram responsabilizados pelo aumento de infecções sexualmente transmissíveis em pessoas heterossexuais de Adelaide entre 2012-2017.

Um novo estudo, publicado na revista Sexually Transmitted Diseases, disse que as taxas anuais de transmissão de gonorreia aumentaram 153%, e as infecções foram as mais altas nas populações de baixa renda e nas de alto risco.

Emma Miller, da Faculdade de Medicina e Saúde Pública da Universidade Flinders, disse: “O aumento significativo das notificações de gonorréia em 2016 e 2017 em nosso estudo foi associado a jovens heterossexuais.

“Mudanças no comportamento sexual ocorreram com o surgimento de aplicativos de namoro que se tornaram parte da vida de solteiro durante a idade adulta emergente.

“O rápido surgimento de tecnologias da Internet facilitou a identificação de possíveis parceiros em uma proximidade geográfica conveniente e resultou em uma mudança nas regras sociais que governam o comportamento sexual dos jovens, aumentando assim a probabilidade de transmissão de DST”.

Então, por favor, use o equipamento apropriado ao fazer sexo e saiba seu estado de saúde. Faça exames regulares se for sexualmente ativo e não deixe de contar a todos os parceiros sexuais se tiver testado positivo para alguma coisa.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ladbible

ANÚNCIO