Descoberta uma nova espécie humana que viveu 67.000 anos atrás, junto com o Homo Sapiens

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Os restos encontrados são de 2 adultos e uma criança que viveram na Terra, ao mesmo tempo que seus “primos”, e através de 6 ossos pequenos e 7 dentes tem sido possível identificar o tempo em que viveram na ilha, é a terceira vez no sudeste da Ásia que importantes descobertas sobre a presença de hominídeos foram feitas nos últimos anos.

De acordo com investigações iniciais, não são muitas semelhanças com o Homo erectus e Homo sapiens , existem diferenças significativas, os 7 molares e pré-molares de luzonensis são menores, também os pés e as mãos têm uma estrutura diferente, semelhante à do australopiteco e que serve para se pendurar nas árvores.

Descoberta uma nova espécie humana que viveu 67.000 anos atrás, junto com o Homo Sapiens

Esta espécie tem características em comum com o resto, embora ainda haja muito a aprender, os restos de ossos encontrados são insuficientes para determinar informações como seu Altura, peso e como seria seu rosto.

Florent Détroit, paleontólogo e co-autor do estudo no qual ele apresenta as espécies recém descobertas, disse:

“Se você olhar para cada um desses traços separadamente, você os encontrará em uma ou outra espécie Homo, mas se você pegar todo o pacote, não há nada similar, então essa é uma nova espécie.”

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.