Existem 7 coisas na vida as quais você não precisaria gastar dinheiro

Só que sente na pele o esforço do trabalho e a recompensa do salário sabe a dor que é chegar no fim do mês e ver que já não há nenhum saldo positivo na conta. Porém, você sabia que pode estar gastando dinheiro demais em ciosas que… Não valem a pena? É verdade.

Isso pode parecer um pouco de exagero no começo. Mas, você vai ver que não é. Não há nada de exagero nisso. Porque na maioria dos casos, as pessoas nem notam o quanto gastam com serviços e produtos que não são necessários.

A nossa ideia é que, após ler esse conteúdo, você considere que existem sim gastos que precisam ser revistos. Logo, eles poderão ser reduzidos ou cortados. E ainda que pareça não surtir efeito no curto prazo, eles são muito relevantes para o longo prazo.

1 – Loteria

Os jogos de loteria, assim como a Tele Sena, definitivamente é um tipo de gasto que você não precisaria ter na sua vida. Ainda que seja só R$ 10 da Tele Sena no mês ou R$ 10 dos jogos da loteria por semana, como comentamos, fará diferença no longo prazo.

Quer ver em uma conta bem rápida? Se a gente gastar R$ 30 por mês com esses jogos, nós vamos ter gasto R$ 360 ao ano. Então, a gente começa a ver como esses pequenos gastos importam de verdade, né.

2 – Carros novos

A compra de carros novos também é uma questão muito simples de ser resolvida. Você tem que saber porque está comprando um carro novo. Isso porque a desvantagem é que ele vai desvalorizar muito assim que sair da concessionária.

Por outro lado, você poderia pensar em ter um carro seminovo, que é bem mais barato, ainda que seja quase novo. Sem considerar que quanto mais novo é o carro, mais gasto ele terá com o IPVA, manutenção, transferência.

3 – Fast food

Esse ponto vai parecer polêmico no começo. Mas, a gente explica. A comida fast food não é boa em nenhum sentido. Logo, você não precisaria gastar dinheiro com isso. Ela faz mal para a sua saúde e vai até ser problemas para o futuro.

Se você come muito fast food vai ter problema de saúde. Assim, mais tarde terá que gastar com remédios e consultas médicas. Então, é um gasto que puxa outro. Logo, ainda que pareça mais caro, vale muito a pena optar pelos alimentos mais saudáveis e naturais.

4 – Comer fora de casa

Comer fora de casa costuma ser um lazer para muita gente. E, como sabemos, o lazer é importante mesmo. Agora, comer fora de casa todos os dias pode surtir efeito negativo na conta do banco e na sua saúde.

Uma porque é mais caro do que fazer a própria comida. Outra coisa é que você não sabe, não com certeza, sobre a procedência dos alimentos. Então, vamos lá: comer uma pizza na sexta-feira a noite, tudo bem. Mas, não exagera e não faça isso sempre, ok?

5 – Taxas de bancos

Outra dica simples e valiosa sobre gastos que você não precisaria ter na sua vida e mesmo assim você tem: as taxas dos bancos. Para exemplificar o assunto, vamos fazer algumas contas bem rapidinhas aqui. Lembrando que são números hipotéticos, suposições, ok?

A taxa para ter uma conta aberta no banco é de R$ 25 mensais. O cartão de crédito custa mais R$ 8 por mês. Uma TED custa R$ 9. E ainda temos custos para saques, consultas, etc. Então, se você só tiver a conta e o cartão vai dar R$ 33 mensais.

A pergunta é: para quê? Para que você paga essa taxa se tem bancos com contas e cartões sem anuidade? E sim, estamos falando de bancos confiáveis, seguros. Comece a refletir mais sobre o quanto você gasta com o seu banco.

6 – Pacotes de TV

Aqui a conversa também é franca. Você tem um pacote de TV completo por R$ 250 mensais. Aí você resolve ligar lá e pede para pegar o básico. Ela diz que não compensa porque o básico é R$ 200. Porém, para você o básico já seria suficiente já que você não vê tanta TV assim.

Mas, você prefere ficar com o completo porque ele é mais completo. No fim do ano, se você ficasse com o básico, que é R$ 50 mais barato por mês, você teria economizado R$ 600. Incrível, não é? Novamente, observe o poder da economia no longo prazo.

7 – Presentes

Por fim, vamos falar dos presentes. Essa daqui também é uma questão bastante polêmica, mas que merece a nossa atenção, diga-se de passagem. No natal, você resolve dar presente para todo mundo. Só que você não liga para desejar isso para ninguém.

Conheça 5 hábitos simples de mulheres bem-sucedidas para criar agora mesmo

Entende como essa é uma troca nada saudável? O mesmo vale para o Dia dos Pais. Você compra para ele um presente de R$ 500. Mas, você não almoça com ele. Então, o que adianta isso? O presente acaba sendo visto como forma de contato, o que é um erro.

Então, se tem uma boa dica aqui é: evite compras de presentes caros e dê mais atenção à sua presença e as atitudes que são bem mais baratas, mas muito mais valiosas.

Faça as contas no longo prazo!

Agora sim, para terminar, considere que esse bônus é só para te lembrar de uma coisa importante: sempre considere as contas no longo prazo. Porque R$ 10 ou R$ 50 de economia agora pode parecer pouco, mas lá no fim do ano vai significar muito.