Reconheça esses 7 sinais para não cair em uma pirâmide financeira

ANÚNCIO

Infelizmente, as pirâmides financeiras estão voltando. Elas existem faz tempo. E quando se tornam conhecidas como fraudes acabam sumindo. No entanto, a cada nova brecha que surge, elas aparecem com novos métodos, técnicas, nomes.

Porém, o esquema é o mesmo: poucas pessoas lucram em cima de muitas pessoas, que acabam por perder dinheiro e ficarem sem garantias. Sendo assim, qualquer pirâmide financeira é uma fraude. O problema é que nem sempre é fácil identifica-las.

ANÚNCIO

Pensando nisso, nós criamos esse conteúdo que vai listar 7 dicas valiosas para você começar a desconfiar de tais processos, métodos, esquemas para ganhar dinheiro. Continue lendo e descubra quais são essas dicas.

1 – Prova social

A primeira coisa que esses fraudadores fazem para chamar a atenção do público é focar na prova social, que nada mais é do que postar fotos de pessoas bem-sucedidas, tomando champanhe caras e vivendo em mansões ou andando em carros de luxo.

Comece a observar que os verdadeiros investidores financeiros não possuem essa ideia de ostentação. Se você pegar um dos maiores do mundo, que é Warren Buffett, vai ver que ele tem a mesma casa desde sempre e um carro popular.

ANÚNCIO

Então, ainda que pareça atrativo, cuidado com essas fotos de prova social, de ostentação.

2 – Tempo limitado

A segunda coisa que pode ser um indicio de que se trata de uma fraude é quando a gente vê que aquele produto está sendo ofertado por um “tempo limitado”. Obviamente, isso é feito para gerar a ideia de urgência e forçar a pessoa a comprar sem estudar muito sobre o produto.

Até mesmo porque não existem investimentos exclusivos. Assim, pelo menos a grande parte deles está aberta ao público. Então, se você ouvir falar de investimento exclusivo com alto retorno por tempo ilimitado, fique bem atento porque pode não ser algo confiável.

3 – Novos integrantes

Abaixo, nós vamos explicar rapidamente como funciona uma pirâmide financeira. De qualquer modo, saiba que para ela funcionar é preciso ter novos integrantes o tempo todo. Por isso, o “falso investidor” precisa buscar familiares, amigos, colegas para entrarem no negócio.

Esse também é um sinal bem claro que de não se trata de um investidor confiável. Inclusive, se a pessoa que te convidou chamar isso de “esquema”, então, aumenta a probabilidade de ser uma farsa, uma fraude, uma pirâmide.

4 – Rentabilidade garantida

Quando a gente estuda a renda fixa e a renda variável, o que vemos é que a variável varia, obviamente. Já a renda fixa é fixa. Mas, no entanto, isso não vai garantir ao investir uma rentabilidade garantida. Até mesmo porque ela vai variar conforme alguma taxa.

Vamos supor que estejamos falando de um CDB 100% do CDI. Então, a taxa varia com base no CDI. E mesmo que for uma LCI que rende 8% ao ano, considere que esse número perderá valor quando for comparado com a inflação do período.

Resumidamente, se alguém oferecer um produto com rentabilidade garantida e sem risco, saiba que há mais um indício de que há algo muito errado nisso.

5 – Órgãos reguladores

Essa poderia até ser a nossa primeira, lá no tópico 1 porque faz todo sentido e é o que mais vai indicar as fraudes. Quando for entrar em um esquema, a primeira coisa que você deve fazer é pesquisar sobre o registro do produto nos órgãos reguladores do mercado.

Um deles é a CVM – Comissão de Valores Mobiliários. Basta você entrar no site e ver se aquele produto que você está comprando ou aquele serviço que está adquirindo está lá. Se não tiver, então, temos um bom motivo para você evitar tal risco.

6 – Contas pessoais

Agora, outra dica que é muito boa e sempre funciona para “desmascarar” uma pirâmide financeira. Se a pessoa falar que você tem que transferir dinheiro para alguma conta pessoal, considere que isso pode ser um grande problema.

De modo geral, todos os produtos financeiros confiáveis devem estar registrados em contas jurídicas. Como do banco ou da corretora. Quando se faz uma transferência para contas pessoais, além de tudo, fica bem mais complicado reaver o dinheiro de volta, viu.

7 – Métodos novos

Para terminar, essa última dica é para você ficar atento quando as pessoas falarem que se trata de um método novo para ganhar dinheiro. Geralmente, essa ideia do novo ou do desconhecido pode fazer com que você se interesse.

Porém, o risco continua existindo. Aliás, esse é um risco ainda maior porque como é novo você não vai encontrar muitas informações sobre ele. Assim, você pode acabar caindo em uma fraude financeira.

O que é uma pirâmide financeira

De modo geral, é um esquema que é estruturado em níveis. Por isso, o nome de pirâmide. Sendo assim, no topo dela temos o fraudador. Ele convida um grupo de investidores para aplicar dinheiro no fundo, com a promessa de altos lucros.

não cair em uma pirâmide financeira

Então, esses primeiros investidores começam a convidar novos investidores, mais novatos ainda. A cada novo grupo que é formado, a pirâmide vai aumentando a sua base. E quem está mais no topo é quem ganha mais.

O problema é que esse é um esquema insustentável, ou seja, uma hora a estrutura quebra. Assim, os primeiros a entrar ganham dinheiro, mas os últimos perdem.

Investimento a longo prazo na bolsa – veja 3 dicas para ganhar dinheiro de verdade

Por fim, considere que não existe um lucro real nesse fundo. Sendo que só entra dinheiro quando novos membros passam a entrar no fundo. E o dinheiro, obviamente, vai para membros mais antigos e para o fraudador principal.

ANÚNCIO