Você precisa conhecer essas 10 mulheres brasileiras investidoras do mercado financeiro

O mercado financeiro é masculino? Não mais. Ainda existem alguns tabus que estão sendo quebrados aos poucos. No entanto, como veremos abaixo, hoje nós já possuímos uma grande cartela de referências femininas no mercado financeiro brasileiro.

São mulheres que empreendem, inovam, investem. Geralmente, estão ligadas à grandes marcas. Ao mesmo tempo, elas também possuem ações na bolsa de valores, investimentos em renda fixa e uma grande diversificação das fontes de renda.

Confira alguns desses nomes que, por início, podem parecer desconhecidos, mas conforme explicaremos são bem importantes no mercado.

1 – Cristina Dias de Souza

Para quem não sabe, Cristina foi uma das primeiras mulheres a trabalhar na bolsa de valores do Brasil. Assim, ela conseguiu adicionar na sua bagagem uma grande experiência com a compra e a venda de ações.

Inclusive, ela chegou a enfrentar o pregão, em um ambiente totalmente masculino. Atualmente, ela é uma diretora da sua própria corretora. Além disso, foi considerada a primeira mulher a ser conselheira da Associação Nacional das Corretoras.

A formação dela foi feita na USP (Universidade de São Paulo) em economia. Depois, ela se especializou na FGV (Fundação Getúlio Vargas).

2 – Maria Helena dos Santos Fernandes de Santana

Maria Helena foi uma das principais presidentes da CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Para quem não sabe, a CVM é uma reguladora do mercado financeiro, sendo parte do Ministério da Economia do Brasil.

Atualmente, Maria é integrante da Bolsa Espanhola. Já no Brasil, ela também presidiu a Oi, sendo que também faz parte comitê do Itaú Unibanco.

3 – Zeina Latif

Outro nome de mulheres brasileiras investidoras que precisa ser lembrado é o da Zeina. Até mesmo porque esse nome é mais raro de se encontrar. Zeina é a atual economista chefe da XP Investimentos, uma das maiores corretoras de investimentos do país.

Ela é doutora pela USP e se tornou um nome muito lembrado no mercado nacional. Lembrando ainda que ela já ocupou a posição de economista chefe em outras 5 instituições financeiras do mundo. Sendo que sempre é consultada pela imprensa e pelos governos.

4 – Betina Roxo

Esse é um nome muito mais recente. E apesar de ser comparado com outra Bettina, essa daqui é a Roxo, da XP. Ou seja, ela é equity research da XP Investimentos. A formação aconteceu em economia, na Insper.

Assim, Betina analisa as informações do mercado, especialmente sobre as empresas da bolsa de valores, e ainda com questão aos ativos negociados. Apesar de menos experiente do que os outros nomes citados aqui, ela é uma referência no assunto financeiro.

5 – Cristina Junqueira

Provavelmente, você já ouviu esse nome antes. Afinal, Cristina está muito ligada à história da Nubank no Brasil. Ela é a co-fundadora e, atualmente, a vice-presidente do maior banco digital independente do mundo.

A sua formação é em engenharia, com MBA em Finanças e Marketing. De fato, Cristina é sim uma das pessoas mais reconhecidas no mercado financeiro brasileiro. Inclusive, quando unimos isso ao assunto da tecnologia. Portanto, ela quebra dois paradigmas de uma só vez.

6 – Ana Laura Magalhães

Ana Laura é outra referência do público feminino. Atualmente, ela é uma das sócias da XP Investimentos. Inclusive, ela foi apontada pela revista Forbes como “Under 30”, isto é, jovens promissores em seus mercados de atuação, que tenham menos do que 30 anos de idade.

Confira como a ex-panicat Carol Dias se tornou uma especialista financeira

Ana Laura é formada em relações internacionais e mestre em economia política. Atualmente, também trabalha como youtuber e educadora financeira.

7 – Luana Bichuetti

A Creditas é uma fintech brasileira de crédito. Ou seja, oferta ao mercado empréstimos, especialmente, os pessoais. Luana é a VP auto equity & financing dessa empresa. Ela também tem uma bagagem no mercado: MBA em Harvard e gerência em instituições financeiras.

8 – Camila Farani

A Camila ficou conhecida após participar do Shark Tank. Ela é uma brasileira que atua como investidora anjo no nosso país. Assim sendo, ela investe em pequenas empresas que estão em momentos iniciais. A ideia é fomentar o empreendedorismo local.

9 – Maria Helena Moraes

A gente não poderia terminar o conteúdo sem falar da Maria Helena, mas a Moraes. Ela é uma das mulheres mais ricas do Brasil – e uma das pessoas mais ricas, também. Para quem não se recorda, ela é co-proprietária da Votorantim S. A.

Atualmente, o seu patrimônio ultrapassava a barreira dos 3 bilhões de dólares. E a sua empresa investe em diversos setores, celulose, energia, metais e siderurgia. A marca tem mais de 30 mil funcionários diretos.

10 – Luiza Helena Trajano

Você conhece a Magazine Luiza? Que tem sido considerada uma empresa das mais incríveis da bolsa de valores? Então, a Luiza é a mulher por trás dessa marca, que se tornou também uma referência no e-commerce do país.

Ela é fundadora, administradora e presidente da Magazine Luiza. A empresa faturou 13 bilhões de reais no último trimestre de 2019. Hoje, ela é conhecida também por disseminar assuntos como a inclusão e a igualdade das comunidades.

Listamos as 10 principais educadoras financeiras do Brasil para seguir nas redes sociais

Isso se faz na prática, já que a Magazine Luiza é considerada a 2ª melhor empresa para trabalhar no Brasil, conforme um ranking feito pela Great Place to Work.

Outros nomes

A nossa ideia foi fazer uma lista com 10 mulheres referências do mercado nacional de investimentos e finanças. No entanto, se formos mais a fundo vamos encontrar outros nomes de peso e de respeito.

Por exemplo, quando a gente em youtubers ou influenciadoras digitais, a gente pensa logo na Nathalia Arcuri, que tem um canal no Youtube com milhões de seguidores. E esse é só um indicativo de que você ainda poderá encontrar outros nomes incríveis.