Início Curiosidades

Mulher se arrisca em palco cantando e dançando com cobras venenosas

O show tem que continuar. Essa frase é proferida bastante nos dias de hoje. No entanto, uma artista emergente, Irma Bule, de 29 anos, manteve essa crença até o túmulo.

Comentaristas de outros países perguntaram o que levaria alguém a se apresentar no palco cercado por cobras, incluindo o mortal King Cobras.

Em um país predominantemente muçulmano, os movimentos de dança provocativos de artistas que executam dangdut, ‘movimentos de dança de cobra’, suscitaram muita controvérsia. No entanto, isso não impediu que o estilo ganhasse muitos seguidores. No centro desse movimento está um incentivo financeiro.

Cantores que enfrentam níveis extremos de concorrência para o público costumam recorrer ao dangdut. Para uma performance única com cobras não-venenosas, geralmente pitões, pessoas como Irma recebem US $ 20. Mas, para dançar com víboras mortais, como Bule estava se aventurando, pode levar a uma performance de US $ 25.

Bule, originalmente de Java Ocidental, estava realizando um concerto na vila de Karawang. Durante a segunda música da noite, na frente de uma multidão de mais de 2.000 fãs, ela acidentalmente pisou em uma cobra que instantaneamente picou sua coxa, presas afundando profundamente em sua carne.

Um manipulador de cobras correu para o lado dela e demorou quase um minuto para conseguir remover a serpente da perna de Bule. Depois de consultar o manipulador e recusar alguns anti-venenos oferecidos pela equipe de palco, ela voltou à sua performance. Ela foi recebida por aplausos por continuar com o show e se apresentou por mais 45 minutos.

Infelizmente, nesse ponto, ela começou a vomitar no palco antes de ter uma convulsão. Apesar de ter sido levada imediatamente para o hospital, ela logo foi declarada morta. No final, o promotor do concerto deu os US $ 25 ganhos por Irma por seu desempenho a seus três filhos pequenos e marido. Sem dúvida, o dinheiro será de pequeno conforto para sua família enlutada.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Weird Asia News