Leia esses 5 motivos para ver Gotham – a série muito criticada e indicada

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Gotham é aquele tipo de séries de televisão que tem muitos críticos. Ao mesmo tempo, ela é sempre muito recomendada para quem quer ver algo diferente, que foge dos padrões de super-heróis. Achou confuso? Continue lendo e descubra os bons motivos para ver Gotham.

Afinal de contas, quanto mais comentada pela crítica uma série é, mais motivas parece dar para que a gente assista, não é verdade? No caso de Gotham, essas críticas eram apenas por um fato: “não se trata de uma série sobre o Batman”. E isso é verdade.

Porém, as premiações, atuações e cenários fazem com que a série seja uma das mais relevantes em todo universo de heróis, sendo destacada, inclusive, como melhor opção do que as concorrentes de outros estúdios, como da Marvel.

Os motivos para ver Gotham

Antes de qualquer coisa vamos trazer aqui alguns pontos importantes sobre a série. A primeira temporada tem 22 episódios e é transmitida pelo Netflix desde abril de 2020. No entanto, ela existe desde 2014, sendo que saiu, primeiro, pela emissora FOX.

Os produtores são Scott White e Rebecca Perry Cutter e a última temporada é de 2019, sendo que está no ar na Netflix desde 14 de maio deste ano. Ao longo dos episódios, a gente tem vários inimigos do Batman que surgem, como Coringa, Pinguim, Mulher-Gato, Charada, Duas-Caras, Hera Venenosa, Senhor Frio, Espantalho, Ra’s al Ghul, Chapeleiro Louco e Hugo Strange.

Ainda não viu motivos suficientes para ver a série? Então, confira mais.

1 – O foco não é o Batman

Gotham é a cidade do Batman, correto? No entanto, a crítica maior das pessoas está justamente no fato dessa não ser uma série focada no Batman. Por outro ângulo, isso é algo totalmente favorável. Afinal, a ausência do Batman não faz falta.

Inclusive, você pode estar pensando: se a série não é sobre o Batman, então, é sobre quem? Bruce Wayne e o comissário Gordon. Continua confuso, né? Calma que é bem simples entender isso. Aliás, nos próximos tópicos tudo ficará mais fácil para você entender a temática principal.

2 – O elenco é aclamado

Se você ler o nome dos atores pode até ser que não fique tão entusiasmado no começo. No entanto, saiba que a atuação deles é considerada “impecáveis” pelos críticos. Por exemplo, o Gordon é Ben McKenzie, o Bruce é o David Mazouz e o Alfred é o Sean Pertwee.

Mas, ainda temos a Camren Bicondova como Selina, o Cory Michael Smith como Nygma e o Robin Lord Taylor como Pinguim. Sem falar na Morena Baccarin, que é um espetáculo a parte, né. Esse é um nome de peso, para nós brasileiros. Ah, outra coisa é que Cameron Monaghan é considerado a “melhor versão do Coringa” desde Heath Ledger.

3 – É uma série independente

Geralmente, tanto a Marvel como a DC Comics, têm usado aquela técnica de fazer ligações entre várias séries que estão sendo exibidas. Isso é muito visto em Arrow, Flash e Legends of Tomorrow, por exemplo. Mas, Gotham não. Ela é uma série considerada “autocontida”.

E isso é bom? Pode ser bom se você considerar que para entender todo enredo só vai precisar ver os episódios da própria série, sem ter que ver outras.

Ainda sobre a série e o seu gênero, saiba que o clima policial é muito bem-visto pelo público. Logo, ainda que tenha vilões que são “fora do comum”, a equipe consegue criar cenas de investigações bastante reais. E aqui vale citar a criação de Bruno Heller, o mesmo de Rome ou The Mentalist.

4 – O cenário, a trilha sonora, as roupas

Falar de Gotham também é falar de um cenário perfeito com uma trilha sonora que se encaixa muito bem. Pela crítica, o ambiente é tido como “fiel” ao que o telespectador aguarda. Até as peças de mobiliários são escolhidas a dedo, no estilo mais clássico.

Nada de ver smartphone, carro moderno ou algo que vai te trazer para a sua realidade. Em Gotham, você vive há muito tempo atrás, exatamente em uma cidade clássica e sombria, além de misteriosa. A trilha, por sua vez, é de David Russo, muito emocional.

E já que falamos do cenário e da trilha, vamos considerar também o vestuário de Gotham. O guarda-roupas usado é muito típico da época, sendo vintage, retrô. Assim, são bem fiéis aos quadrinhos e as características de cada personagem.

5 – Os prêmios

E a gente não pode terminar sem dar o devido prêmio à série Gotham. Mesmo sendo criticada no começo, hoje ela é uma representação do que deu certo no Universo da DC. Logo no seu lançamento, em 2014, venceu o Critic’s Choice Television Awards.

No ano seguinte, levou também o Gracie Awards. Dois anos mais tarde, em 2017, ficou com o Creative Arts Emmy Awards. Além de várias indicações que teve ao longo das produções e das exibições.

Bônus – os filmes do Batman

motivos para ver Gotham

Recentemente, a gente também publicou um conteúdo bem interessante falando sobre os filmes do Batman. Você se lembra de todos que foram televisionados ou ao cinema? A gente lembrou deles e ainda citamos alguns bem antigos.

O mais legal é que você poderá ver quais são os atores que protagonizaram o homem-morcego e até mesmo quem fez os vilões. Ficou curioso? Leia e saiba tudo.