Minilua

Monte a sua matéria: A arte da hipnose (parte IV) #133

E sim, lembramos mais uma vez, que todos os temas são aceitos: Política, esporte, religião, enfim! Sinta-se à vontade ok? O e-mail de contato: equipe@minilua.com! A todos, uma excelente leitura!

A arte da Hipnose

Por: José Victor

Bem como visto no último post da série, a hipnose instantânea visa deixar o cérebro em estado de alerta ou confusão para conseguir maior êxito em uma indução. Agora vamos ver como a maioria das instantâneas é feita e como fazê-las nós mesmos.

Padrões

Bem a melhor forma de fazer isso é quebrando um padrão. Um padrão é um modelo na qual seguimos, e caso ele se rompa acontecerá algo inesperado. Existem duas formas de quebrar um padrão a fim de fazer um transe hipnótico, a primeira é achando um padrão já existente, a segunda é fazendo um padrão.

Os padrões já existentes são aqueles que ao longo do tempo nós mesmos fazemos sem perceber, por exemplo a saudação de bom dia, quando ouvimos, automaticamente saudamos de volta, mesmo sem conhecer a pessoa. O padrão feito não passa de inventarmos um padrão. Em ambos depois de achado ou feito quebraremos ele assim causando a confusão.

Vamos começar com um padrão já existente entre os brasileiros e em vários países do mundo, o aperto de mão.

O chamado “Handshake induction” foi inventado por Milton Erikson, a fim de fazer com que seus pacientes entrem em transe profundo da forma mais rápida possível, nele você vai saudar alguém com o aperto de mão porém não o termina, fazendo com que a pessoa entre em confusão. Aqui você pode pedir aquele descontinho de quantos % você quiser.

Script handshake induction

Estenda a sua mão para o voluntário a fim de fazer um aperto de mão. Logo perceberá que ele fará o mesmo, nesse instante com a outra mão você segura o pulso dele e leve a mão dele até uns 30 centímetros do rosto do mesmo. Feito isso faça a indução:

“Visualize um ponto no centro da sua mão, veja como é tão calmo…tão calmo, ele transmite tanta paz que a cada vez que chega mais perto de seu rosto você vai ficando mais calmo, e mais leve.” Nesse momento você vai aproximando a mão da pessoa em direção ao rosto dela continuando a dizer que a cada vez que chega mais perto mais cansada e leve ela vai ficando. Quando a mão estiver muito próxima ao rosto diga “durma”.

Lembre-se de manter a voz calma, e “amaciável” pois ninguém gosta de ordens direta, sua voz tem que ser amigável.

Depois que a pessoa estiver em transe faça suas sugestões e faça-o voltar (como visto nos posts anteriores).

Para melhor prática assista ao vídeo abaixo:

Essa é muito simples de se fazer, você cria um padrão depois o quebra, é muito útil e eficaz, um exemplo dela foi a “8 words Induction”.

A indução “follow me” é nova e não é muito popular, acho interessante pois não precisa ter contado físico com a pessoa.

Script

Você começa de frente para o voluntário (de 1 à 1,5 metros de distância) depois diga para ele prestar atenção em tudo o que você vai fazer, para se concentrar apenas em você. Diga “Olhe nos meus olhos e faça o que eu faço”. Feito isso estenda sua mão e comece a fazer movimentos circulares com elas, certifique que a pessoa faça o mesmo, depois de uns 10 segundos fazendo esses movimentos observe se a pessoa está prestando atenção apenas em você, e em seguida abaixe suas mãos em um movimento muito rápido e no mesmo instante diga “Durma” a pessoa irá entrar em transe imediatamente. Faça o aprofundamento e em seguida as suas sugestões.

Um exemplo de aprofundamento é as escadas, já vista no post anterior.

Bom agora você mesmo pode inventar uma indução instantânea, os requisitos básicos são criar um padrão ou achar e depois quebra-lo e fazer uma aprofundamento.

Gostaria de ressaltar que a hipnose não é uma brincadeira, ou algo feito só por diversão, ela pode te ajudar a livrar de fobias, ou outros problemas do tipo. Conhece alguém tímido, ou com alguma problema do tipo? Então você pode ajudá-lo.

Sempre é bom fazer algumas observações:

*Hipnose não é mágica. Como já visto no post 1, ela lida com a falha do cérebro, fazendo acessarmos o subconsciente.

*As pessoas não tem riscos de ficar em transe infinito. Como visto no post 3, o cérebro sempre vai se estabilizar, mesmo que demore um pouco.

*As pessoas não ficam inconscientes. As pessoas ficam em um patamar diferente do consciente, deixando o Subconsciente mais amostra.

*A hipnose não pode obrigar as pessoas a fazerem o que não querem. Você dá as sugestões, e a pessoa pensa estar sendo induzida a fazer, mas a qualquer momento ela pode sair do transe, por isso é importante fazer um aprofundamento.

No próximo post, a hipnose secreta, a arte das palavras.